Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

24 Março de 2015 | 15h09 - Actualizado em 24 Março de 2015 | 14h58

JEA participa 3º Congresso Internacional de Educação Ambiental

Luanda - Uma delegação da Juventude Ecológica de Angola (JEA) vai de 08 a 11 de Julho deste ano participar no terceiro Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países e Comunidades de Língua Portuguesa, a ter lugar em Aveiro, Portugal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da JEA, José Silva

Foto: Angop

O facto foi avançado hoje (terça-feira), em Luanda, pelo presidente da JEA, José Silva, durante a apresentação pública do certame que, sob o lema "Educação ambiental e participação social  - Travessias e encontros para os bens comuns", visa debater ideias para a construção de um programa de educação ambiental no espaço lusófonos.

De acordo com ele, o país vai para este evento não só para colher experiência dos demais países da comunidade, mas também para apresentar as práticas do sector do ambiente no país.   

“Nós vamos levar algumas iniciativas viradas para a educação ambiental, como Kamba Verde, Angola Contente, Saneamento Total Liderado pela Comunidade, Histórias para Conservar, Educação Energética, bem como outras que visam garantir um ambiente saudável”, explicou.

José Silva acrescentou que nos congressos anteriores Angola colheu como boa prática a edu-comunicação, que alia a educação à comunicação como o meio para consciencializar a população sobre os principais cuidados ambientais.

"Por outro lado, foi a articulação da arte com o ambiente, numa perspectiva de que a arte enquanto cultura não deve ser vista como uma coisa à parte do ambiente, porquanto com ela se pode reciclar objectos, formar e informar as pessoas sobres a prevenção do meio circundante.

O evento, que prevê juntar perto da 500 pessoas, terá 10 temáticas como Educação Ambiental, Identidade(s) do Campo e Políticas Públicas, Educação Ambiental e Alterações Climáticas, Interpretação e Conservação, Recursos e Equipamentos, Comunicação e Arte, bem como a Educação Ambiental nas Escolas e Universidades.

Constam ainda da agenda Ética e Justiça Ambiental, Dimensões Socio-económicas e Valorização das Comunidades Locais, Saberes Tradicionais – Alternativos e a Educação Ambiental, Redes Sociais e Tecnologias de Informação.

Associado as estas temáticas estarão igualmente áreas de trabalho como comunicações orais, apresentações em poster, minicursos, mesas redondas, oficinas, visitas de estudo, apresentação de livros, revistas e exposições.
 
A Redeluso, organizadora do evento, foi fundada no ano de 2005, em Portugal, tendo como princípio a construção de identidades ancoradas nos territórios falantes da língua portuguesa.

Em 2006 aconteceu o primeiro encontro presencial em Joinville, durante o VI Congresso Ibero-americano de Educação ambiental, deste encontro deliberou-se a necessidade da
articulação permanente da lusofonia e foi lançado o 1º Congresso Internacional de Educação Ambiental dos Países Lusófonos e Galiza, de 24 a 27 de Setembro de 2007.

O Brasil promoveu o 2º Congresso Lusófono de Educação Ambiental, em Cuiabá, Mato Grosso, de 9 a 13 de Setembro de 2013.

Assuntos Ambiente   Juventude  

Leia também
  • 24/03/2015 12:29:33

    Previsão do tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (Inamet) prevê, para as próximas 24 horas, para região Norte do país, a ocorrência de aguaceiro ou chuva fraca, que pode ser moderada e as vezes acompanhadas de trovoadas, nas províncias do Uíje, Bengo, Luanda, Malanje, Cuanza Sul, Lunda Norte Lunda Sul, e chuva fraca ou chuvisco em Cabinda, Zaire e Cuanza Norte.

  • 22/03/2015 12:13:10

    Cunene:Ambientalista destaca importância da criação do polígono florestal de Ondjiva

    Ondjiva - O ambientalista Abraão Janota, destacou sábado, a importância da criação do primeiro Polígono florestal da cidade de Ondjiva, no equilíbrio ecológico e qualidade de vida das populações.

  • 21/03/2015 19:55:27

    Bié: Cidadãos devem participar nos programas de repovoamento florestal

    Cuito - A vice-governadora para a área económica do Bié, Deolinda Belvina Gonçalves, instou hoje (sábado), na cidade do Cuito, a necessidade da população continuar a participar no programa de repovoamento florestal na província.