Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

03 Junho de 2017 | 02h56 - Actualizado em 03 Junho de 2017 | 03h22

Angola: ELISAL se propõe melhorar limpeza e saúde pública

Luanda - A empresa pública de limpeza e saneamento de Luanda (ELISAL-EP) se propõe melhorar a sua prestação para assegurar a saúde pública e protecção do meio ambiente na capital angolana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Membros do Conselho de Administração da ELISAL

Foto: Lino Guimaraes

A pretensão foi expressa sexta-feira pelo presidente do Conselho de Administração da Elisal, Manuel Mateus Caterça, numa cerimónia de apresentação dos membros do conselho, empossados no mês passado, aos trabalhadores da empresa.

Manuel Caterça disse que o objectivo é o de melhorar a prestação a bem dos munícipes do Cazenga, e de Luanda, no geral, através de uma gestão integral de resíduos que garanta a minimização dos seus custos.

Conta envolver os colaboradores, a sociedade civil e as entidades empresariais no processo de valorização e tratamento de resíduos e na redução do impacto ambiental na actividade humana. Projecta também implementar infraestruturas e procedimentos de execelência na limpeza, recolha, tratamento, valorização e deposição final de resíduos, que contribuam para melhoria significativa da qualidade de vida dos cidadãos.

Para Manuel Caterça, "a ELISAL tem de se organizar de modo a que seja uma empresa líder" e exemplar.

Promete criar mecanismos para a satisfação dos trabalhadores, por serem os que lidam diariamente com os resíduos sólidos, mas também dos munícipes, no respeito pelo meio ambiente e com uma conduta que refleta os mais altos padrões de ética.

Afirmou que no âmbito social existem desafios que passam pela melhoria das condições sociais, como a saúde, a alimentação, a formação académica e profissional dos trabalhadores, assim como o seu bem-estar,

O presidente do Conselho de Administração fala da necessidade de tornar a ELISAl numa empresa competitiva e produtiva, ao mesmo tempo que deve melhorar a comunicação e os procedimentos de actuação tornarmos refrencia e boas práticas.

Não podemos esquecer que o crescimento de uma empresa dep+ende da capacidade e competência dos seus trabalhadores, e Conselho de Administração tem obrigações e deveres com os seus trabalhadores e os por sua vez os trabalhadores também têm deveres e obrigações par com a empresa.

O responsável máximo da ELISAL valoriza os trabalhadores, referindo que a gestão dos recursos humanos é um assuntoo estratégico e desafiador de qualquer organização.

Por isso, declarou, temos de criar condições para que o trabalhaores seja reconhecido pelo que realiza, que se sinta valorizado pelo seu desempenho e competências, bem como da necessidade de se profissionalizar os funcionários ligados à ELISAL.

Declarou ser preciso criar condições de reconhecimento do bom desempenho dos nossos colaboradores, ao mesmo tempo que apelou para uma melhor conduta dos funcionários.

O líder da comissão sindical da ELISAL, Carlos Marcos António, reafirmou o interesse de se engajar no engrandecimento da empresa, no aumento da produção e da produtividade no trabalho, com zelo, disciplina e no respeito à lei geral do trabalho.

Carlos António exige ainda a implementação urgente do plano de carreiras.

Leia também
  • 03/02/2019 16:33:37

    Tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 de segunda-feira (dia 04), para a região Norte do país, a ocorrência de chuva moderada a forte, acompanhada por vezes de trovoada em alguns municípios das províncias do Zaire, Cabinda, Bengo, Uíge, Malanje, Lunda Sul e Lunda Norte durante a manhâ e ao entardecer.

  • 03/02/2019 14:58:05

    Administração do Mussulo retira centenas de quilos de lixo

    Luanda - A administração comunal do Mussulo, município do Talatona, em Luanda, começou hoje, domingo, a retirar centenas de quilos de resíduos sólidos e pequenos animais mortos, provenientes da foz do rio Kwanza e do continente, lixo transportado pela chuva de sexta-feira.

  • 02/02/2019 19:21:32

    Previsão do tempo

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 de domingoo (dia 03), para a região norte do país, a ocorrência de chuva fraca a moderada, acompanhada, por vezes, de trovoada em alguns municípios das províncias de Cabinda, Malanje, Lunda Norte e Lunda Sul durante a noite e ao longo da tarde.

  • 01/02/2019 15:33:06

    Fixada quota para importação de hidroclorofluocarbonos

    Luanda - Cento e setenta toneladas de hidroclorofluocarbonos (HCFCs) é quantidade que 42 empresas em Angola estão autorizadas a importar este ano.