Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

03 Outubro de 2017 | 00h51 - Actualizado em 03 Outubro de 2017 | 00h44

Cuanza Sul: Estudantes pedem maior divulgação da legislação ambiental

Sumbe - Os estudantes universitários da província do Cuanza Sul, exortaram segunda-feira, no Sumbe, a necessidade de se fazer maior divulgação da legislação ambiental às comunidades para impedir a destruição do meio ambiente.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Flora angolana

Foto: Angop

Animais presentes no parque Nacional da Quissama

Foto: Lucas Neto

Em declarações à Angop, os estudantes do Instituto Superior Politécnico (ISP) no Sumbe afirmaram que é necessário implementar um mecanismo de divulgação da legislação ambiental e fiscalização eficiente de forma a impedir a destruição da fauna e da flora.

Carlos Calei, um dos estudantes, considerou a legislação ambiental como uma norma que se destina a disciplinar a actividade humana para torná-la compatível à protecção do meio ambiente que a população deve ter conhecimento.

Referiu que é preciso incutir na população do meio rural que a destruição da natureza é um mal que vai reflectir na vida futura, realçando que quem cortar uma árvore deverá plantar duas.

Domingos Kanganjo apelou a sociedade a estar unida em prol do combate à caça furtiva e o abate indiscriminado de árvores, com vista a um ambiente sustentável.

Defendeu a necessidade dos estudantes, juntamente com as entidades de direito, a elaborarem um conjunto de acções que visam o combate à destruição do meio ambiente, com a realização de palestras, campanhas de sensibilização e distribuição de panfletos ilustrativos.

Por outro lado, o chefe de departamento do Urbanismo e Ambiente, Correia da Silva, disse que o seu pelouro tem trabalhado junto das comunidades rurais sobre o mal que provoca a destruição do meio ambiente com a realização de palestras e campanha de sensibilização.

Referiu que a destruição da fauna e floresta a nível da província é preocupante, por isso toda sociedade deve trabalhar no sentido de banir este mal que esta afectar o ecossistema.

"Se cada cidadão que cortar uma planta poder repor outra, assim estaremos a melhorar o meio ambiente", concluiu Correia da Silva.

Leia também
  • 02/10/2017 10:56:58

    Previsão do tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 12 horas de terça-feira, para a zona norte de Angola, a ocorrência de aguaceiro ou chuva fraca a moderada, por vezes, acompanha de trovoada em alguns municípios de Cabinda, Zaire, Bengo, Uíge, Malanje, Cuanza Sul e Cuanza Norte, durante à tarde e à noite.

  • 01/10/2017 13:40:05

    Previsão do tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) antevê, até às 12 horas desta segunda-feira, para a região Norte do país, a ocorrência de aguaceiro ou chuva fraca a moderada, acompanhada, por vezes, de trovoada em alguns municípios das províncias do Uíge, Malanje, Cuanza Norte, Cuanza Sul, Lunda Norte e Lunda Sul durante a tarde e noite.

  • 30/09/2017 14:07:31

    Previsão do tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 12 horas de domingo, para a zona norte de Angola, a ocorrência de chuva fraca em alguns municípios de Cabinda, Zaire, Uíge, Malanje, Cuanza Sul, Lunda Norte e Lunda Sul.

  • 29/09/2017 12:43:56

    Previsão do tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) antevê, até às 12 horas de sábado, para a região norte, a ocorrência de chuva fraca a moderada, por vezes, acompanhada de trovoada em Malanje, Uíge, Lunda Norte e nos municípios do Cuanza Sul, Zaire e Cabinda, com neblina matinal ou nevoeiro em quase todas as localidades.