Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

19 Maio de 2018 | 22h17 - Actualizado em 21 Maio de 2018 | 13h36

Empresa Estrela da Floresta inicia limpeza das zonas repovoadas

Huambo - Duzentos e 35 hectares de área florestal, nas províncias do Huambo e Benguela, estão a ser limpos, desde o início do mês, pela empresa privada Estrela da Floresta, para proteger as árvores de incêndios frequentes nesta época de cacimbo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo: Plantação de árvores

Foto: frank beu

Trata-se, de acordo com o director-geral da empresa de gestão, Bernardo Freitas, dos perímetros florestais do Cuima e Sanguengue (Huambo) e Alto Catombela (Benguela), onde foram plantadas, entre 2017 a 2018, 255 mil espécies de eucalipto e pinheiro.

Em declarações à Angop, informou que esta acção, a decorrer até Setembro, faz parte da estratégia de manutenção das florestas, tendo em conta a ameaça de queimadas a que estas estão expostas.

Paralelamente às acções de limpeza, consubstanciadas no corte da vegetação dentro e fora dos perímetros florestais, Bernardo Freitas deu a conhecer que a empresa está a realizar campanhas de sensibilização nas aldeias circunvizinhas acerca dos riscos das queimadas.

Nestes três perímetros, segundo ele, espera-se, no futuro, explorar madeira de melhor qualidade, por terem sido plantadas espécies melhoradas e com recurso à técnicas sofisticadas.

Anunciou que na próxima campanha de repovoamento florestal, entre finais deste ano e inicio de 2019, serão plantadas, em 500 hectares, 666 mil e 500 mudas de eucaliptos e pinheiros, com a utilização de hidrogel, que permite o desenvolvimento da planta mesmo com pouca água.

Informou estarem disponíveis, em viveiro, 300 mil plantas de eucaliptos híbrido e outras espécies com grande urofila, bem como da espécie de pinheiro eliote calibel, que adaptam-se facilmente nesta região.

O programa de repovoamento florestal dos perímetros do Cuima, Sanguengue e Alto Catombela gerou 165 postos de trabalho directo para a juventude das aldeias circunvizinhas.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 31/01/2019 23:21:41

    Huambo "luta" para ser Capital Ecológica

    Huambo - Há sete anos, a província do Huambo desenvolve acções para se transformar na Cidade Ecológica de Angola, com olhos postos na educação e protecção ambiental.

  • 31/01/2019 13:33:53

    Plantadas mais de quatro mil árvores diversas

    Huambo - Quatro mil e 500 árvores diversas, entre pinheiros, casuarinas e frutíferas, foram plantadas hoje, quinta-feira, em algumas zonas dos municípios do Huambo e do Bailundo, em saudação ao Dia Nacional do Ambiente.

  • 29/01/2019 19:56:24

    Flora e fauna do Morro do Moco em risco de extinção

    Huambo - A floresta e as mais de 200 espécies de aves, entre outros animais, do Morro do Moco, ponto mais alto de Angola, situado no município do Londuimbali, província do Huambo, se encontram em risco de extinção, devido a acção dos habitantes circunvizinhos de uma das sete maravilhas do país.

  • 25/01/2019 22:57:41

    Exploração de inertes entre os crimes ambientais mais frequentes

    Huambo - A exploração de inertes, caça-furtiva, abate-indiscriminado de árvores e contaminação dos leitos de água, estão entre os crimes ambientais mais frequentes na província do Huambo, sem que prevaricadores prestem contas à justiça.