Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

17 Maio de 2018 | 16h07 - Actualizado em 17 Maio de 2018 | 16h07

Temperaturas altas estão na base da continuidade das chuvas no Huambo

Huambo - O director-geral do Centro de Ecologia Tropical e Alterações Climáticas (CETAC), Joaquim Laureano, informou hoje, quinta-feira, em declarações à imprensa, que as chuvas que estão a cair na província do Huambo, em plena estação seca, resultam das temperaturas altas, a rondar os 30 ºC.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo ele, que considera estar-se diante de um fenómeno climático normal, nos últimos anos a província do Huambo tem registado temperaturas altas acima dos valores normais.

Como consequência, Joaquim Laureano explicou haver uma tendência da época de chuvas prolongar-se além do dia 15 de Maio, data oficial do inicio da época seca, sendo, pois, um indicador de variação do clima.

O especialista lembrou que o país, de forma geral, possui dois máximos de precipitação, sendo um em Dezembro e outro em Março, que, por sua vez, podem alterar, de forma episódica, de acordo com as variações do próprio clima.

Deu a conhecer que, segundo estudos realizados recentemente pelo CETAC, as chuvas, sobretudo na província do Huambo, podem terminar um pouco antes ou depois da data oficial do início do cacimbo, a 15 de Maio, principalmente quando não se registam grandes precipitações nos meses de Dezembro e Março.

Acrescentou que as chuvas podem, em alguns casos, se prolongar até o mês de Julho, de acordo a variação do clima, caso que até se pode considerar anormal, uma vez que já terão passado os dias de imposição do cacimbo, comprometendo, desta maneira, a campanha agrícola.

A província do Huambo, situada da região centro-sul de Angola, tem um clima tropical, com uma temperatura média de 20.2 °C, Dezembro é o mês mais quente do ano, enquanto em Agosto tem uma temperatura média de 18.2 °C, sendo a mais baixa do ano.

O CETAC, inaugurado em Novembro de 2012, destina-se ao estudo e investigação das alterações climáticas e preservação dos recursos naturais e dos ecossistemas. A criação do mesmo, o único do género no país, enquadra-se no programa do Executivo para o relançamento do projecto de investigação científica e estudo das alterações climáticas, conservação e preservação do meio ambiente.

O aproveitamento das águas residuais, valorização dos solos degradados, constituição de equipas de investigação e apoio a elaboração e implementação de políticas e programas de preservação do ambiente constituem, entre outros, os objectivos para o qual foi criado.

Permite aos especialistas, estudantes dos institutos médios e superiores ligados à área aproveitar as possibilidades oferecidas para melhorar as condições de vida das populações, através da utilização racional dos recursos hídricos e climáticos.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 24/10/2018 19:21:34

    IDF possui nove mil árvores diversas para repovoamento florestal

    Huambo - Nove mil árvores, entre eucaliptos, pinheiros e casuarinas, estão disponíveis nos viveiros do Instituto de Desenvolvimento Florestal (IDF) da província do Huambo, que em breve vai distribuir às administrações dos municípios, no âmbito do programa de repovoamento florestal.

  • 11/10/2018 15:57:40

    Jardim zoológico vai ser transformado em jardim botânico

    Huambo - O jardim zoológico da cidade do Huambo, cujas obras de reabilitação e requalificação iniciaram em 2011, vai ser transformado em jardim botânico, já que Angola ratificou a convenção internacional que proíbe a criação de animais selvagens em cativeiro.

  • 01/10/2018 19:12:37

    Mais de 100 hectares estão em preparação para plantação de eucaliptos

    Huambo - Cento e 20 hectares de terra estão a ser preparados, este ano, nas localidades de Sanguengue, Cuima (Huambo) e Alto Catombela (Benguela), pela empresa privada Estrela da Floresta, para plantação de 150 mil eucaliptos do tipo dunni.

  • 10/09/2018 22:32:49

    Faltam contentores para deposição de resíduos sólidos na Caála

    Caála - A cidade da Caála, a 23 quilómetros da capital da província do Huambo, necessita de contentores para deposição de resíduos sólidos urbanos e uma viatura específica, que transporte os resíduos para o aterro improvisado.