Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

24 Julho de 2018 | 10h15 - Actualizado em 24 Julho de 2018 | 10h16

Angola acolhe reunião sobre comércio da fauna e flora africana

Luanda - Angola acolhe, de 25 a 27 deste mês, em Luanda, a II reunião do grupo de peritos ligados à implementação da Estratégia Africana de Luta contra à Exploração e Comércio Ilegal da Fauna e Flora Selvagem em África.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Peritos abordam comércio ilegal de fauna e flora selvagens

Foto: foto divulgação

Segundo um comunicado do Ministério do Ambiente, o evento, cuja sessão de abertura será presidida pela  comissária da União Africana para o Desenvolvimento Rural e Agricultura, Josefa Sacko, vai reunir perto de 80 especialistas dos países que compõem a União Africana (UA).  

Este encontro, a decorrer no Hotel Diamante, vai congregar também representantes do sistema das Nações Unidas, da União Europeia, bolseiros de ciências da Embaixada dos EUA e do projecto "Stop Ivory", este último uma iniciativa do Reino Unido.

O objectivo geral da reunião é deliberar a implementação das principais recomendações saídas do encontro da Comissão Técnica Especializada em Agricultura, Desenvolvimento Rural, Água e Meio Ambiente, que decorreu em Outubro de 2017, no Gabão.

Este encontro visa, de igual modo, preparar a execução da Estratégia da Vida Selvagem e a participação de África na próxima reunião da Conferência das Partes (COP18) da Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção (CITES), a decorrer em Colombo, Sri Lanka, em Maio de 2019.

O referido encontro de peritos africanos realiza-se em conformidade com as decisões saídas do Conselho Executivo sobre a estratégia africana de combate à exploração ilegal e comércio ilegal de fauna e flora selvagens em África, cuja reunião ministerial decorreu em Junho de 2017, em Libreville, Gabão.

Espera-se ainda da reunião de Luanda a elaboração de um plano de implementação sobre a definição de uma Posição Africana Comum sobre os produtos da vida selvagem em fóruns mundiais sobre a vida selvagem, incluindo a CITEs - Convenção sobre o Comércio Internacional das Espécies da Fauna e da Flora Selvagens Ameaçadas de Extinção.

Augura-se, de igual modo, uma estrutura de monitoramento e relatório para a implementação da referida estratégia, um modelo para o desenvolvimento de um "Status do Relatório da Vida Selvagem", bem como a elaboração do plano de mobilização de recursos para a implementação da mesma estratégia ao nível regional e nacional.

A I Reunião da Comissão Técnica Especializada em Agricultura, Desenvolvimento Rural, Água e Meio Ambiente foi realizada em Outubro de 2017, no Gabão.  
 

Assuntos Ambiente   Fauna   Flora  

Leia também
  • 23/07/2018 10:39:47

    Produção de carvão devasta áreas florestais no Cunene

    Ondjiva - O abate indiscriminado de árvores para produção de carvão tem contribuído para devastação de áreas florestais no Cunene, afirmou o chefe da brigada provincial de Desenvolvimento Florestal, Abel Alcino Zamba.

  • 22/07/2018 16:20:07

    Cunene: Insuficiência de quadros florestais dificulta acções de fiscalização

    Ondjiva - A insuficiência de fiscais florestais e de transporte no Instituto do Desenvolvimento Florestal (IDF) na província do Cunene está a dificultar a fiscalização das áreas onde se registam o abate indiscriminado de árvores e a deterioração do meio ambiente, disse sábado o chefe do sector Abel Alcino Zamba.

  • 22/07/2018 16:00:06

    Previsão Meteorológica Marítima

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) antevê, até às 18h00 de segunda-feira, uma situação geral a partir das 15 horas de hoje, com circulação de sudoeste moderada a forte, entre os paralelos 4ºS a 14ºS, sendo forte no sul do paralelo 16ºS, sem aviso de vento forte.