Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

25 Julho de 2018 | 13h34 - Actualizado em 25 Julho de 2018 | 13h33

Angola continua zona de transição para tráfego ilegal de marfim

Luanda - O secretário de Estado para os Recursos Florestais, André de Jesus Moda, afirmou hoje (quarta-feira) que Angola continua uma zona de transição para o tráfego ou comércio ilegal do marfim, corno de rinoceronte, escamas do pangolim, gorila e aves selvagens.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

André de Jesus Moda, Secretário de Estado para os Recursos Florestais

Foto: Clemente dos Santos

André de Jesus Moda falava na segunda reunião do grupo de peritos sobre a implementação da estratégia da União Africana adstrita à vida selvagem.

Segundo o secretário de estado, só em 2017 foram contabilizados cerca de 1,2 toneladas de marfins e outras peças das espécies acima citadas, cujos troféus foram extraídos pelos caçadores furtivos vindos de países diversos.

"Ficamos assustados com as quantidades confiscadas, o que requer maior reforço e financiamento nos serviços de fiscalização e controlo além-fronteiras, tendo em conta as bolsas residuais dos contrabandistas e a dimensão das nossas fronteiras marítimas, terrestres e aeroportuárias", prosseguiu.

Com Angola na vice-presidência do comité para a caça furtiva a nível da União Africana, continuou, reafirmamos o compromisso nos esforços de conservação, que devem ser conjugados para que cada país membro contribua no alcance dos objectivos.

Para efeito, André Jesus de Mota explicou que Angola elaborou e publicou vários instrumentos legais, entre os quais um decreto executivo sobre a lista vermelha das espécies ameaçadas e espécies vulneráveis ou endémicas, que  merecem a atenção e protecção de todos.

Assuntos Ambiente   Fauna   Flora  

Leia também
  • 03/02/2019 16:33:37

    Tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 de segunda-feira (dia 04), para a região Norte do país, a ocorrência de chuva moderada a forte, acompanhada por vezes de trovoada em alguns municípios das províncias do Zaire, Cabinda, Bengo, Uíge, Malanje, Lunda Sul e Lunda Norte durante a manhâ e ao entardecer.

  • 02/02/2019 19:21:32

    Previsão do tempo

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 de domingoo (dia 03), para a região norte do país, a ocorrência de chuva fraca a moderada, acompanhada, por vezes, de trovoada em alguns municípios das províncias de Cabinda, Malanje, Lunda Norte e Lunda Sul durante a noite e ao longo da tarde.

  • 01/02/2019 15:33:06

    Fixada quota para importação de hidroclorofluocarbonos

    Luanda - Cento e setenta toneladas de hidroclorofluocarbonos (HCFCs) é quantidade que 42 empresas em Angola estão autorizadas a importar este ano.

  • 01/02/2019 14:04:23

    Elaboração de relatório sobre biodiversidade previsto para Março

    Luanda - A elaboração do sexto Relatório Nacional para a Convenção da Biodiversidade (6RNB) está prevista para Março de 2019, devido a transferência tardia dos fundos, no valor de 207.551 dólares.