Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

12 Outubro de 2018 | 16h25 - Actualizado em 12 Outubro de 2018 | 16h34

Comunicação Social é parceira importante do INAMET

Luanda - Os "nossos" parceiros da Comunicação Social "são peças importantes para salvar vidas", defendeu hoje, em Luanda, o director-geral do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET), Domingos do Nascimento.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Domingos José do Nascimento, Director-geral do INAMET

Foto: Lucas Neto

Ao tomar a palavra na cerimónia de apresentação da projecção da previsão sazonal, para o período de Outubro de 2018 a Janeiro de 2019, Domingos Nascimento lembrou a necessidade de as pessoas consumirem e consultarem a informação meteorológica antes de saírem de casa, sobretudo, na época chuvosa, para evitar problemas de mobilidade e outros.

Para o técnico meteorologista, o hábito de consultar o boletim vai criar a cultura da prevenção e, sobretudo, contribuir para evitar mortes na época balneária, além do impacto nas actividades agrícola, pescas, turismo, transportes, comércio e na vida do homem em termos de mobilidade.

Com vista a tornar mais publicitada a informação meteorológica, em todo o território nacional, apelou à intensiva e contínua colaboração dos órgãos de Comunicação Social, principalmente para a radiofónica, por ter maior alcance, revelando que está já a preparar com a Rádio N'gola Yetu, para a divulgação da previsão do tempo e marítima em línguas nacionais.

Neste sentido, informou, o INAMET está a trabalhar com uma operadora telefónica móvel, para publicar as previsões do tempo e marítima por via de mensagens (msn), aguardando que a empresa programe e introduza este dispositivo no sistema, além do apoio financeiro do Estado, devido a onerosidade dos custos.

Domingos Nascimento anunciou, na ocasião, que para os próximos três meses, o INAMET prognóstica chuva acima do normal, no Planalto Central, Leste e parte da zona norte do país (Uíge), com precipitações estimadas em 50 milímetros por metro quadrados/mês.

Avançou que, neste momento, a previsão não apresenta números concretos sobre a quantidade de precipitação diária que afectará as referidas zonas, por serem apenas dados probabilísticos a serem actualizados mensalmente.

De acordo com a Norma Climatológica em uso, que apresenta três possíveis cenários de precipitação (abaixo do normal, próximo do normal e acima da normal), as províncias do Huambo, Bié e consequentemente algumas localidades do Moxico e Lunda Sul, registarão precipitação “normal, com tendência para acima do normal”.

Para as províncias do Uíge, Malange, faixa oeste da Lunda Norte, do Kwanza Sul e faixa sul do Namibe, prevê-se chuva normal, com tendência para abaixo do normal.

O prognóstico para as províncias de Luanda, Bengo, Benguela e Cabinda é de chuva próxima do normal, com tendências que se estenderão para certas localidades do país em dias determinados.

Entre Outubro de 2018 e Janeiro de 2019, o território nacional poderá estar mais húmido, com épocas menos húmidas no Cunene, Namibe e na faixa sul da província da Huíla, com dados a ajustar mensalmente.

Assuntos Ambiente   INAMET   Previsão do Tempo  

Leia também
  • 11/10/2018 19:58:14

    Tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, para até às 18h00 de sexta-feira (dia 12), para a região Norte de Angola, céu parcialmente nublado, às vezes nublado pela madrugada e manhã, em quase toda a região, e ocorrência de neblina ou chuvisco matinal em Cabinda, no Bengo e Cuanza Norte

  • 11/10/2018 18:58:19

    Cuanza Sul aposta no combate à defecação ao ar livre

    Sumbe - O gabinete provincial do Ambiente no Cuanza Sul, procedeu hoje, quinta-feira, na vila da Conda, ao lançamento do Programa de Expansão de Saneamento Total, liderado pela Comunidade e Escolas, destinado a reduzir em mais de 70 por cento os índices de defecação ao ar livre.

  • 11/10/2018 15:57:40

    Jardim zoológico vai ser transformado em jardim botânico

    Huambo - O jardim zoológico da cidade do Huambo, cujas obras de reabilitação e requalificação iniciaram em 2011, vai ser transformado em jardim botânico, já que Angola ratificou a convenção internacional que proíbe a criação de animais selvagens em cativeiro.