Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

29 Junho de 2019 | 11h29 - Actualizado em 29 Junho de 2019 | 11h29

Cuando Cubango: Província ganha laboratório de fluidos

Menongue - Um laboratório de identificação de fluidos, refrigerantes e ar condicionados , com vista a evitar a emissão de gases para a atmosfera, que deterioram a camada de ozono, foi entregue sexta-feira, ao Instituto Médio Politécnico do Ambiente do Missombo, província do Cuando Cubango.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O laboratório é composto de equipamentos de recolha e reciclagem de fluidos, de refrigerantes, aparelhos para a detenção de fuga, máquinas de identificação de fluidos e botijas para a colocação de fluidos.

Em declarações à imprensa, a chefe de departamento de Estudos, Planeamento e Ambiental, Ivone Pascoal, disse que o laboratório vai permitir a formação de técnicos em refrigeração e ar-condicionado, de maneiras a evitar a emissão de gases para a atmosfera, de formas a se proteger a camada de ozono.

De acordo com a responsável, as províncias de Luanda, Namibe, Benguela, Cabinda e Uíge, Bié e Zaire, igualmente contam com laboratórios do género, que no quadro do protocolo de Montreal, o Ministério do Urbanismo e Ambiente em parceria com a Unidade Nacional do Ozono, prevê instalar nas 18 províncias do país.

Por seu turno, o vice-governador para os serviços técnicos e infra-estruturas no Cuando Cubango, Bento Francisco Xavier, apelou os formandos a porem em prática toda matéria de identificação de fluidos e refrigerantes, com destaque nas unidades alfandegárias, de maneiras a identificar os equipamentos que contêm no seu interior tais substâncias.

Recordou que, desde 2001 Angola tem estado a implementar o programa nacional de eliminação progressiva dos hidroclorofluorcabonos (substância distruidora da camada de ozono), que tem como objectivo principal a eliminação progressiva dos hidroclorofluorcabonos, regulamentados pela emenda de Copenhaga de 1992.

Angola aderiu e ratificou o protocolo de Montreal em 1998 e 2000, e tem estado a implementar projectos de eliminação progressiva destas substâncias, desde 2003.

O Instituto Médio Politécnico de Ambiente do Missombo conta actualmente com 170 estudantes, dos quais 100 externos e 70 interno, assegurados por 30 professores.

Estiveram presentes no acto , técnicos do Ministério do Comércio, Finanças, através da Administração Geral Tributária, Polícia Fiscal e de Guarda Fronteira e Económica, técnicos de frio, e estudantes do Instituto Médio Politécnico de Ambiente do Missombo.

Leia também
  • 23/06/2019 22:25:08

    Tempo em Angola

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 de segunda-feira (24), para a região Norte do país, a ocorrência de nevoeiro ou neblina matinal em alguns municípios das províncias de Cabinda, Zaire, Uíge, Malanje, Bengo, Luanda, Cuanza Norte e do Cuanza Sul.

  • 23/06/2019 22:23:10

    Estado do mar

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 desta segunda-feira (dia 24), para as quatro regiões litorais de Angola, as seguintes condições climatéricas para a navegação marítima:

  • 09/06/2019 18:59:58

    Estado do mar

    Luanda - O Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET) prevê, até às 18h00 desta segunda-feira, (10), para as quatro regiões litorais de Angola, as seguintes condições climatéricas para a navegação marítima: Para a região de Cabinda (até 200 milhas da costa), a previsão indica céu parcialmente nublado, vento a soprar para o Sudoeste, com uma força até 09 quilotangos (KT); ondas até 1.4 metros de altura; mar pouco agitado; e visibilidade horizontal, moderada a boa (superior a sete quilómetros).