Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ambiente

14 Agosto de 2019 | 09h01 - Actualizado em 14 Agosto de 2019 | 12h14

Criada plataforma sobre alterações climáticas

Luanda - Os participantes ao Fórum de Diálogo de Organizações da Sociedade Civil da SADC sobre ambiente criaram, na terça-feira, em Luanda, uma plataforma como ponto focal entre a sociedade civil desta região e as autoridades nacionais, regionais a nível da SADC e a União Africana sobre as alterações climáticas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Participantes no Fórum sobre organizações ambientais

Foto: Rosário dos Santos

Esta decisão vem expressa na declaração emitida no final do encontro realizado em Luanda, de 12 a 13 deste mês, sob iniciativas do Fórum de Diálogo de Organizações da Sociedade Civil da SADC, tendo analisado a implementação da “Grande Muralha Verde".

Pretende-se, com efeito, que as organizações da sociedade civil se engajem, activamente, para atingir as metas do desenvolvimento sustentável do milénio, no âmbito das agendas 2030 e 2063.  

As organizações da sociedade civil da SADC serão as porta-vozes dos desafios, estratégia e implementação das acções programadas para se atingir os objectivos da União Africana, SADC e a nível nacional sobre alterações climatéricas, bem como procurar encontrar soluções para mitigar às questões.

Os participantes concluíram ainda que os resultados negativos das alterações climáticas, da seca, desertificação, cheias e a perda da biodiversidade têm criado sérios constrangimentos para o planeta.

Trata-se de uma iniciativa que visa elaborar uma estratégia definitiva sobre os fenómenos ligados ao ambiente na África Austral.

Nesta região, à semelhança da zona do Sahel (África Ocidental) onde teve início em 2015, a iniciativa busca promover a integração dos países membros e lutar contra a desertificação, degradação do solo, redução da biodiversidade e a insegurança alimentar.

A “Grande Muralha Verde de África”, com mais de 7.500 quilómetros e 14, 5 quilómetros de largura, será a maior estrutura viva existentes no planeta.

Tem como principal objectivo instaurar metodologias e técnicas para impedir a erosão do solo e travar o avanço do deserto.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 12/08/2019 15:27:17

    SADC apresenta "Grande Muralha Verde"

    Luanda - Um projecto ambiental, designado "Grande Muralha Verde", a ser implementado na África Austral, foi apresentado, nesta segunda-feira, em Luanda, durante o Fórum de Diálogo de Organizações da Sociedade Civil da SADC.

  • 12/08/2019 15:08:45

    Fórum da SADC catalisa empoderamento

    Luanda - O director Nacional do Ambiente, Nascimento Soares, afirmou nesta segunda-feira, em Luanda, que o Fórum de Diálogo das Organizações da Sociedade Civil (OSC) da SADC surge como catalisador para o empoderamento e fortalecimento dos actores não estatais no país.

  • 11/08/2019 11:11:49

    Angola acolhe fórum regional da sociedade civil

    Luanda - A República de Angola acolhe, de 12 a 14 deste mês, o Fórum das Organizações da Sociedade Civil da SADC, soube a Angop, neste domingo, de fonte da organização.