Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

07 Setembro de 2016 | 13h48 - Actualizado em 07 Setembro de 2016 | 13h46

Angola deve apostar nas energias renováveis

Luanda - O director-geral-adjunto para a área técnica do Centro Nacional de Investigação Científica (CNIC), Mayi Mbemba João, defendeu um maior aproveitamento do potencial hidroeléctrico nacional para a produção de energias renováveis.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Mayi Mbemba Pedro, Director Adj para a área técnica do CNT

Foto: Francisco Miúdo

Participantes no Café e Ciência sobre Energia Renováveis

Foto: Francisco Miúdo


Falando hoje (quarta-feira), em Luanda, numa palestra sobre as energias renováveis no desenvolvimento das sociedades, o director explicou que essas energias são virtualmente inesgotáveis, mas limitadas em termos da quantidade  que é possível extrair em cada momento.

Na actividade denominada Café com Ciência e Tecnologia, realizada sob égide do Centro Tecnológico Nacional (CTN), Mayi Mbemba João fez saber que ainda existem poucos investigadores que trabalham directamente na pesquisa de energias renováveis.

Para o director, as energias renováveis, consideradas uma nova tecnologia, serão num futuro próximo um dos grandes avanços nacionais, pois já existem  projectos para que possa ser usada com mais frequência em Angola.

“O Ministério da Ciência e Tecnologia conta com um grupo de mais ou menos cinco pessoas que estão a trabalhar em projectos ligados às energias renováveis porque já constatamos que as pessoas precisam das energias renováveis”, disse.

Angola aproveitará o potencial hidroeléctrico, alcançando com as novas fontes de energias limpas cerca de 85 porcento de produção renovável no seu “mix eléctrico”.

Até 2030, a proporção de energias renováveis no consumo final de energia será de 42 porcento.

O evento foi dirigido a todos actores do Sistema Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação (SNCTI), particularmente às instituições que investigam nesta área das energias renováveis.

Assuntos Energia  

Leia também
  • 05/09/2018 18:45:43

    País terá 800 megawatts de energias renováveis em 2025

    Luanda - A directora nacional de Energias Renováveis do Ministério da Energia e Águas, Sandra Cristóvão, afirmou hoje, quarta-feira, em Luanda, que Angola terá 800 megawatts de geração em energias renováveis até 2025, com maior predominância nas zonas rurais.

  • 07/09/2016 16:12:24

    Sector garante energia a 100 porcento da população até 2030

    Luanda - O director-geral do Centro de Formação de Quadros de Electricidade do Ministério da Energia e Águas, Armindo da Conceição Mussungo, informou hoje (quarta-feira), em Luanda, que o sector vai garantir o fornecimento de energia a 100 porcento da população até 2030.

  • 14/09/2015 21:25:48

    Angola representada na conferência geral da Agência Internacional de energia Atómica

    Luanda - O ministro da Energia e Águas, João Baptista Borges, chefia uma delegação angolana que começou a participar, hoje em Viana de Áustria, na 59ª Sessão da Conferência Geral da AIEA-Agência Internacional de Energia Atómica.