Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

16 Fevereiro de 2017 | 21h59 - Actualizado em 16 Fevereiro de 2017 | 21h59

Angola participa no 8º Fórum das Comunicações da CPLP

Bissau - Angola participa desde quarta-feira, na cidade de Bissau, no 8º Fórum das Comunicações da CPLP, sob o lema central “Agenda Digital da CPLP”, cuja cerimónia de abertura esteve a cargo do ministro guineense dos Transportes e Comunicações, Fidélis Forbs.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Angola está representada no fórum por uma comitiva do Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), chefiada pelo Presidente do Conselho de Administração, António Pedro Benge, e integrada pelo Administrador Não-Executivo Álvaro dos Santos, e a encarregada de Relações Internacionais, Kumba Kianvu.

O encontro analisa os caminhos a percorrer para que a CPLP e os seus membros atinjam os seus objectivos estratégicos, no âmbito das profundas alterações registadas nos últimos 10 anos no sector das telecomunicações.

Na sessão de abertura, o ministro dos Transportes e Comunicações da Guiné-Bissau disse esperar que o encontro sirva de factor determinante para superação das dificuldades e constrangimentos que têm obstaculizado o tão almejado desenvolvimento dos países da Comunidade.

“Este espaço de concertação, de troca de informação e de convergências de estratégias comum continuam a reclamar a urgente e permanente necessidade de se dar um salto qualitativo e galgar novos horizontes rumo a um futuro próspero”, salientou, citado por uma nota de Imprensa da Embaixada de Angola na Guiné-Bissau.

Por sua vez, o representante da Secretária Executiva da CPLP, Alves Lopes, sublinhou a importância do evento, afirmando que o tema em si tem abrangência à escala planetária, cujos efeitos se ramificam em todos os domínios do desenvolvimento humano.

Referiu que apesar das TIC estarem largamente difundidas e implementadas no mundo globalizado, com níveis de desenvolvimento díspares, é indispensável garantir o acesso universal aos serviços com qualidade e custos comportáveis.

Considerou pertinente uma reflexão sobre questões como a promoção de investimento em infra-estruturas e a acesso universal, sendo necessário promover o conhecimento e a investigação, a governação e o comércio electrónico, o empreendedorismo, o emprego e a competitividade.

Manifestou confiante de que a Agenda digital da CPLP irá contribuir de forma decisiva para a definição de uma visão estratégica que permita aos Estados membros atingirem um patamar de desenvolvimento tecnológico sustentável, projectando a Organização como um exemplo de boas práticas no domínio da sociedade de informação e governação electrónica.

Chamado a intervir no acto, o presidente da Associação de Reguladores das Comunicações da CPLP, Orlando Fernandes, afirmou que a iniciativa de congregar num mesmo espaço de discussão reguladores, operadores, indústria, academia e consultores independentes visa promover sinergias para reflectir e propor soluções para o futuro das telecomunicações no âmbito da CPLP.

O encontro é uma iniciativa da Associação de Reguladores das Comunicações e Telecomunicações da CPLP e inscreve como temas colaterais “As tecnologias de informação e comunicação como ferramentas transversais e facilitadoras de oportunidades e soluções para desenvolvimento” e “Que estratégias digitais para a CPLP?”, refere a fonte da Angop.

O Embaixador de Angola na Guiné-Bissau, Daniel Rosa, testemunhou a abertura do Fórum, assim como o representante do Bureau de Desenvolvimento da União Internacional de Telecomunicações (UIT-BDT), Cosmas Zabazaba, e responsáveis das Associações reguladoras dos países da CPLP. São membros da CPLP Angola, Guiné-Bissau, Portugal, Brasil, São Tomé e Príncipe, Moçambique e Cabo Verde.
 

Assuntos Telecomunicações  

Leia também
  • 15/02/2017 17:53:40

    Cabo de fibra óptica África/América concluído em 46 porcento

    Luanda - O sistema de cabos de fibra óptica que ligará Angola ao continente sul americano (SACS), desenvolvido pela multinacional angolana de telecomunicações Angola Cables, encontra-se concluído na ordem dos 46 porcento.

  • 15/02/2017 05:11:45

    Lançamento do satélite vai permitir o aumento das infraestruturas de telecomunicações

    Luanda- O director nacional das Telecomunicações, Eduardo Sebastião, admitiu terça-feira, em Luanda, que a concretização do lançamento do primeiro satélite nacional vai permitir o aumento das infra-estruturas de telecomunicações e facilitar os serviços oferecidos à população.

  • 14/02/2017 15:24:44

    Bissau: Angola participa no 8º Fórum das Comunicações da CPLP

    Bissau - A República de Angola vai participar a partir desta quarta-feira, na cidade de Bissau (Guiné Bissau), no 8º Fórum das Comunicações da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), uma iniciativa da Associação de Reguladores das Comunicações e Telecomunicações da CPLP (ARCTEL-CPLP).