Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

14 Fevereiro de 2017 | 15h16 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2017 | 15h16

Centro tecnológico realiza seminário sobre informação geográfica

Luanda - O Centro Tecnológico Nacional (CTN) realiza quarta-feira, em Luanda, um seminário sobre oportunidades de bolsas de estudos para mestrados e doutoramentos nas áreas de sistemas de informação geográfica (SIG) e de observação da terra.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com um documento do CTN, afecto ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MINCT), a que a Angop teve hoje (terça-feira) acesso, a acção formativa será implementada no âmbito do Centro da África Austral para Ciência e Serviços para Adaptação as Alterações Climáticas e Gestão Sustentável dos Solos (SASSCAL).

Segundo o informe, o referido programa de formação é financiado pelo próprio SASSCAL e implementado pela Universidade Namibiana de Ciência e Tecnologia, com os consórcios das Universidades de Tecnologia de Península de Cabo (África do Sul), Botswana e da Zâmbia.

Dirigido a gestores e estudantes de instituições do ensino superior, o mesmo pretende disseminar informação que possam criar condições para que as universidades angolanas possam igualmente, no futuro, fazer parte deste pacote que está a ser financiado pelo SASSCAL.

Com início em 2009, o SASSCAL tem actualmente em execução 64 projectos nas áreas do clima, água, floresta, agricultura, biodiversidade e desenvolvimento de capacidades, de Angola, da África do Sul, do Botswana, da Namíbia, da Zâmbia e da Alemanha, esta última como parceira e patrocinadora do projecto, dos quais 13 são de Angola.

Dos projectos de Angola constam ainda o "Desenvolvimento das condições de observação meteorológica em Angola Sudoeste - província do Namibe e encostas da Serra da Chela (clima)", e a "Instalação de uma bacia experimental no rio Giraul (água)", na mesma província.

Ainda na área de águas está o projecto "Estudo do impacto de terra nos recursos hídricos (cursos de água, rios e lagos) no leste, sul de Angola e fronteiriços".

No domínio da floresta, trabalha-se na "Monitorização do desmatamento na província do Huambo, 2002-2012, com o uso de tecnologias de detecção e sistemas de informações geográficos".

Para agricultura, está-se a "Monitorar os ecossistemas agrícolas, no que diz respeito aos efeitos das alterações climáticas (degradação dos solos, fenologia da planta e pragas)", bem como o "Sistema de gestão da fertilidade do solo, integrando o uso racional de adubos e biofertilizantes agrícolas à base de rizóbios".

"O efeito das variações climáticas na época de sementeira das principais culturas alimentares em Angola" consta também da área agrícola.

Para a biodiversidade, estão projectos como "Avaliações de plantas e vegetação na região e elaboração de bases de dados regionais de vegetação e mapas de vegetação, "Inventário de invertebrados costeiros e de água doce e pequenos vertebrados" e a "Conservação da biodiversidade animal – inventários monitorização e avaliação".

São também temas a "Observação da biodiversidade da região através da melhoria e expansão da rede do observatório da biodiversidade BIOTA" e, para o desenvolvimento de capacidades, "Educação e formação para a monitorização, avaliação e gestão da biodiversidade".    

Dentro dos projectos do SASSCAL, Angola beneficiou, ainda, de dez estações meteorológicas automáticas, que estão instaladas nas províncias do Uíge (Damba), de Malanje (Cacuso), do Huambo (Chianga), do Cuanza Sul (Catofe), do Cuanza Norte (Alto Dondo), da Huíla (Gambos), de Benguela, do Moxico (Luau), da Lunda Sul (Muconda) e do Cuando Cubango (Cuito Cuanaval).

Presente em Angola desde 2013, com programas voltados para a agricultura, o clima, a água, florestas, biodiversidade e formação, o SASSCAL tem a sua sede na província do Huambo.

Leia também
  • 31/01/2017 14:50:06

    Governo aposta na formação de quadros em tecnologias

    Luanda - O Executivo angolano tem apostado na formação de quadros e a inovação como eixo central da sua estratégia para a diversificação da economia e desenvolvimento do país, disse hoje (terça-feira), em Luanda, o ministro e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Manuel da Cruz Neto.

  • 31/01/2017 14:38:31

    Ministra destaca importância da tecnologia no crescimento económico

    Luanda - A Ciência, a tecnologia e a inovação são ferramentas importantes que influenciam o crescimento económico e social para a edificação de uma sociedade do conhecimento, disse hoje (terça-feira), em Luanda, a ministra da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira.

  • 30/01/2017 23:15:10

    Angola: Portugal pretende ajudar a criar centros de investigação científica

    Luanda - O ministro português da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Manuel Heitor, garantiu nesta segunda-feira, em Luanda, que o seu país pretende ajudar Angola a criar e alargar centros de investigação científica.