Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

19 Julho de 2017 | 09h14 - Actualizado em 19 Julho de 2017 | 09h11

Angola: Mediatecas acolhem mais de um milhão usuários em cinco anos

Luanda - Mais de um milhão e quinhentos usuários frequentaram, nos últimos cinco, as sete mediatecas existentes no país informou, hoje, quarta-feira, em Luanda, secretário de Estado para as Tecnologias de Informação e Comunicação, Pedro Sebastião Teta.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Pedro Teta, secretário de Estado para as Tecnologias de Informação e Comunicação

Foto: António Escrivão

 

Em declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, o também coordenador da Rede de Mediatecas de Angola (ReMa) disse que por este motivo o projecto pode ser considerado como "um sucesso".

"É um projecto de sucesso, aliás os próprios números falam por si", sublinhou o responsável do Ministério da Ciência e Tecnologia.

Explicou que o mesmo está dotar o país de um conjunto de infraestruturas, utilizando os mais variados meios de difusão do conhecimento e aprendizagem existentes, colocando ao dispor das populações o acesso facilitado ao conhecimento gerado a um nível global.

Sem entrar em detalhes e sem citar países, Pedro Sebastião Teta disse que o projecto está a ser solicitado para se replicar em mais de três Estados africanos.

"Podemos testemunhar nos últimos cinco anos que o projecto funciona com sucesso e está a ser solicitado para se replicar em outros países africanos", adiantou.

As três primeiras mediatecas foram inauguradas em Agosto de 2012 pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, nas províncias de Luanda, Benguela e Huíla, seguindo-se depois a inauguração, em Dezembro do mesmo ano,  pelo Vice-Presidente da República, Manuel Domingos Vicente, a Mediateca do Soyo (Zaire).
 
Para além destas, encontram-se também em funcionamento as Mediatecas Zé Dú (Luanda), do Huambo e do Saurimo, prevendo-se a entrada em funcionamento ainda este ano as do Cuito (Bié), Cabinda, Cunene e Malanje.

As mediatecas representam uma evolução das tradicionais bibliotecas, incorporando as tecnologia da informação e a digitalização da cultura existente, pois abriga, organiza, classifica e disponibliza aos utilizadores, materiais e documentação electrónica em vários meios de visualização e consulta, ao mesmo tempo que proporciona os dispositivos necessarios para a utilização dos conteúdos em formato digital.

Leia também
  • 19/07/2017 07:26:48

    Angola: Secretário de Estado da Ciência e Tecnologia trabalha no Soyo

    Luanda - A Mediateca Municipal do Soyo, província do Zaire, recebe, nesta quarta-feira, a visita do secretário de Estado da Ciência e Tecnologia, Pedro Sebastião Teta, para aferir o seu estado de funcionamento e realizar algumas actualizações em termos sistémicos, no âmbito do processo de manutenção em curso em todas infraestruturas do género.

  • 24/06/2017 13:23:57

    Huíla: Ministério da Ciência e Tecnologia abre seis mediatecas em Julho

    Lubango - O Ministério da Ciência e Tecnologia anunciou, recentemente, no Lubango (Huíla), o lançamento de seis mediatecas móveis, em Julho próximo, nas províncias do Uige, Luanda, Malanje, Saurimo, Cabinda e Bié.

  • 30/04/2017 23:15:29

    Angola: Ministra apela maior investimento aos inventores/criadores

    Luanda - A ministra da Ciência e Tecnologia, Maria Cândida Teixeira, apelou hoje, domingo, em Luanda, aos empresários nacionais para que olhem para os inventores/criadores como uma verdadeira oportunidade para estabelecimento de boas parceiras.