Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

04 Janeiro de 2018 | 15h02 - Actualizado em 07 Janeiro de 2018 | 10h26

Novos pontos gratuitos de internet inaugurados no Cazenga

Luanda - Vinte e cinco novos pontos de acesso gratuito à internet são inaugurados sábado no município do Cazenga, em Luanda, no âmbito do projecto Angola Online do Instituto Nacional de Fomento da Sociedade da Informação (INFOSI)

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Antena da Angola Online Infonsi

Foto: Lino Guimarães

Ministro das Telecomunicações José Carvalho da Rocha durante inauguração da antena da Angola Online Infonsi

Foto: Lino Guimarães

Em declarações à Angop, o director da instituição, Miguel Cazevo, fez saber que os pontos estão localizados em sete ruas nos blocos do bairro Tala Hady – Cariango e serão denominados Vila Digital pela concentração desse número de acesso na mesma localidade.

Cento e cinco pontos estão previstos para a província de Luanda no corrente ano. As centralidades do Kilamba e Sequele e o bairro Cassequel são  prioritárias.

A capital possui cerca de 24 pontos de acesso gratuito à internet, com realce para o Marco Histórico do Cazenga, Largo da Independência, Casa da Juventude de Viana, Parque Recreativo da Samba, Largo das Escolas, Instituto Médio de Telecomunicações, Largo da Igreja São Domingos, largo da FAPA, cidade universitária e Praça da Família.

No projecto prevê-se que cada área ou ponto de acesso tenha capacidade de suportar 60 utilizadores em simultâneo, por cada duas horas num dia. Depois de terminado este tempo, o utilizador deixa de ter acesso para permitir à entrada de outros utilizadores na rede.

“Temos verificado muitas conexões, e este método de duas horas por dia permite maior rotação do número de utilizadores que tenham acesso à infra-estrutura”, frisou.

O responsável acrescentou que a implementação da Vila Digital faz parte da segunda fase do projecto Angola Online que prevê a instalação de oito pontos cada, nas províncias do Cuanza Norte, Malange e Bengo, em zonas de concentração de estudantes.

A intenção de continuidade dos projectos em outras localidades é para que cada vez mais jovens possam ter acesso à internet. "Vamos levar essa iniciativa às escolas e a outros locais públicos em diversas localidades do país".

Sublinhou que nas demais províncias do país, à excepção da Lunda Sul, que tem já um projecto do género desde 2011, vai ser implementado de forma gradual.

O projecto "Angola Online" visa proporcionar ao público facilidade de acesso à internet, à informação e ao conhecimento.

O projecto é uma iniciativa do INFOSI, instituto público tutelado pelo Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, que tem como objecto social a promoção e o desenvolvimento da sociedade da informação em Angola.
 
O lançamento sábado da Vila Digital no Cazenga contará com a presença do ministro das Telecomunicações e Tecnologias da Informação, José da Rocha, e do governador da província de Luanda, Mendes de Carvalho.

Assuntos Internet  

Leia também
  • 06/12/2017 18:50:46

    Lojistas e internautas contam com um shopping online

    Luanda - Os internautas angolanos contam, desde hoje, com um Shopping online, denominado "Makuta Marketplace", onde poderão comprar bens e serviços com recurso de pagamento através de Internet Banking ou por Xikila Money.

  • 23/11/2017 18:17:40

    Governador apela uso correcto das redes sociais

    Ondjiva - O governador da província do Cunene, Kundi Paihama, apelou nesta quinta-feira, aos estudantes e professores da circunscrição a usarem as redes sociais de forma correcta, preservando os valores morais e cívicos.

  • 30/10/2017 13:37:43

    Mutações tecnológicas obrigam actualização das infraestruturas

    Luanda - O secretário de Estado para as Tecnologias de Informação, Manuel Homem, exortou hoje (segunda), em Luanda, as empresas a fazer actualizações das suas infra-estruturas cibernéticas, tendo em conta as mutações tecnológicas mundiais.