Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

19 Novembro de 2018 | 20h01 - Actualizado em 19 Novembro de 2018 | 20h01

Estudante lança aplicativo para resgate de valores culturais e linguísticos

Lubango - Um aplicativo informático denominado “Resgate de Valores Culturais e Linguísticos”, criado pelo estudante Rafael Calitoco, afecto ao Instituto Superior Politécnico Independente (ISPI), será lançado oficialmente na segunda quinzena de Fevereiro de 2019, com objectivo da valorização das línguas nacionais angolanas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huíla: Rafael Calitoco - engenheiro informático

Foto: Morais Silva

Em declarações à Angop hoje, segunda-feira, no Lubango, o criador do aplicativo afirmou que o mesmo vai contemplar diversas línguas, a começar com o Nyaneka, Umbundo, Português e Inglês, no intuito de permitir que os internautas possam ter oportunidade de aprender, por meio de um dicionário multimédia, pois terão facilitada a comunicação virtual, processo que deve atrair mais turistas.

Segundo afirmo, o mesmo terá ainda várias funções contemplando os hábitos e costumes do povo Nyaneka, principalmente daqueles que residem também em áreas de difícil acesso, mas que tenham uma rede para navegar na internet.

Segundo ele, pretende-se com o lançamento deste portal no próximo ano, inserir mais jovens no mercado de trabalho, isto é, com a criação de bases tecnológicos que vão sustentar o referido projecto.

Por seu turno, a secretária-geral daquela instituição do ensino superior, Denise Coelho, considerou de bastante satisfatória a invenção do aplicativo de resgate dos valores culturais e linguísticos, instrumento importante que contribuirá no desenvolvimento económico e social do país, principalmente no sector do turismo cultural.

Reconheceu os obstáculos que o estudante passou ao longo da sua caminhada para a concretização deste desiderato.

Referiu que para o ISPI representa um ganho de um “árduo” trabalho desenvolvido pelo estudante e reafirma o seu apoio incondicional de muni-lo de mais elementos teóricos que lhes permitiram alcançar tais feitos.

Aos 26 anos, Rafael Calitoco apresentou o seu aplicativo na 70ª edição da Feira Internacional de Ideias, Invenções e Novos Produtos (IENA), decorrido de 1 a 4 de Novembro do corrente em Nuremberga (Alemanha).

Foi com este mesmo produto virtual que venceu a 9ª edição da Feira Nacional do Inventor/Criador Angolano (FeICA), na categoria de Instituições de Ensino Superior, este ano, em Luanda.

Leia também