Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

02 Maio de 2018 | 14h54 - Actualizado em 02 Maio de 2018 | 15h11

Engenheira defende tratamento de água com ozónio

Luanda - A engenheira química Isabel Pereira Felizardo defendeu hoje (quarta-feira), em Luanda, o tratamento de água com ozónio por seu mais eficaz do que o cloro e menos oneroso para as empresas envolvidas neste processo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ozónio é mais eficaz e menos oneroso do que o cloro no tratamento de água

Foto: Vieira Aspirante

Para a também chefe de departamento de laboratório de processo da EPAL, que dissertou o tema "Técnicas inovadoras utilizadas na prospecção e tratamento de água", no âmbito do workshop "Café com ciência e tecnologia", promovido pelo Centro Técnológico Nacional, este processo já está a ser ensaiado, mas carece de aprovação.

A par o ozónio também se experimentou o sudofloc, que é um sal de alumínio com base de polímero, que, de acordo com a responsável, se propõe a reduzir os custos no tratamento de água, mas ao contrário do cloro o ozónio, por exemplo, implica a implantação de fábricas nas estações de tratamento.

"As Nações Unidas dizem que o cloro tem algumas substâncias que podem ser cancerígenas, mas ainda assim não desaconselha e para mitigar tais informações pensa-se em métodos como o ozónio, mas por ter menos tempo de permanência na água do que o cloro as estações devem ter as suas próprias produções ou fábricas locais", explicou.

O sudofloc tem vantagens como a formação de flocos grandes, densos e rápidos, eficaz, sendo seguro e conveniente para manusear e dosear com precisão.

O ozónio é um germicida mais eficiente que se conhece, reduz mais de 90 porcento dos coliformes com um residual de 0,2 mg por litro. Oferece melhoria da cor, reduz teores de ferro e de manganês, desintegração de fenóis e actua sobre ácidos húmidos, bem como na remoção de certas substâncias orgânicas não biodegradáveis e diferente do cloro não é afectado pela amónia.

Leia também
  • 01/05/2018 13:33:50

    Centro Tecnológico realiza segundo Café com Ciência e Tecnologia

    Luanda - O Centro Tecnológico Nacional (CTN) realiza, quarta-feira, dia 02 de Maio, no seu auditório, o segundo "Café com Ciência e Tecnologia de 2018", informa uma nota de imprensa a que a Angop teve acesso hoje (terça-feira), em Luanda.

  • 25/04/2018 10:32:51

    Angola Cables participa em fórum mundial sobre inovação

    Luanda - A multinacional de telecomunicações Angola Cables vai em setembro deste ano participar no Fórum Económico Mundial sobre Inovação, a ter lugar na cidade de Tiajing, na China, tornando-se o primeiro membro angolano efectivo deste evento.

  • 20/04/2018 18:47:21

    Investigação científica e empreendedorismo em feira

    Lubango - Vinte e três expositores apresentam os seus projectos de investigação científica, aplicativos informáticos de softwares, obra literária juvenil, empreendedorismo, teatro e música, nesta cidade, durante a Feira Juvenil de Educação Tecnologia e Cultura (FEJETEC) promovida pela JMPLA, na Huíla.