Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

16 Maio de 2018 | 17h23 - Actualizado em 16 Maio de 2018 | 17h23

Circuito de fibra óptica liga Luanda, Benguela e Zaire

Luanda - Um circuito de fibra óptica de mil quilómetros, ligando Benguela e Zaire, passando por Luanda, está à disposição dos agentes económicos destas regiões, no quadro de uma parceria entre a Internet Technologies Angola (ITA) e a Rede Nacional de Transporte de Electricidade (RNT).

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com uma nota de imprensa, a rede, à disposição dos agentes económicos desde o segundo semestre deste ano, tem capacidade de 10 Gigabytes por segundo e vem rentabilizar a infra-estrutura da RNT que não é utilizada pelo organismo, ao mesmo tempo que permite à ITA entregar serviços diferenciadores, com uma qualidade excepcional, e expandir a sua rede nacional de serviços.
"Com este circuito, os agentes económicos na província de Benguela e nos demais pontos por onde passa esta infra-estrutura passam a estar ligado directamente a um dos maiores pontos de conectividade do país, que são os circuitos da ITA, tirando deste modo proveitos dos benefícios proporcionados pelas telecomunicações", refere a nota.

Com vista à rentabilização da rede e optimização das comunicações, esta parceria vem promover o desenvolvimento e o crescimento da rede de telecomunicações e das empresas que a ela estão ligadas, contribuindo para o crescimento e para o desenvolvimento das organizações, das regiões e consequentemente do país.

Segundo o director-geral da ITA, Jaime Ferreira, esta parceria oferece serviços com mais capacidade, rapidez de transmissão e fiabilidade inerente à tecnologia de fibra óptica, à monitorização permanente, bem como assistência técnica local da qualidade dos circuitos de fibra óptica, com ligação ao NOC (Network Operation Center) de última geração da ITA.

"O facto da fibra óptica estar colocada em redes de postes de alta tensão, torna-a imune a agentes externos como vandalismo, obras, maus tempo, etc", referu o responsável.

Leia também