Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

22 Agosto de 2018 | 19h04 - Actualizado em 22 Agosto de 2018 | 19h04

Abertas candidaturas para 8ª edição dos "Prémios Estrela DStvEutelsat"

Luanda - Estudantes do ensino secundário, com idades compreendidas entre os 14 e 19 anos, estão habilitados a candidatar-se, até ao dia 12 de Outubro, à oitava edição dos "Prémios Estrela DstvEultelsat", lançado oficialmente terça-feira, em Luanda, com o intuito de incentivar o interesse dos jovens pela ciência e tecnologia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Directora de Comunicação da Multichoice Angola, Estefânia Sousa

Foto: Cedida pela fonte

As candidaturas estão a efectivar-se mediante a apresentação de uma redacção criativa ou de um cartaz sobre “áreas em que o pleno potencial dos satélites ainda não foi alcançado ou optimizado”, refere um comunicado de imprensa da organização do concurso, representado pela Multichoice Angola, chegado hoje, quarta-feira, à Angop.

De acordo com a nota, os prémios estão abertos a todos os estudantes do ensino secundário do continente africano, no qual a MultiChoice mantém operações, sendo que, para o efeito, os interessados devem preencher os formulários afins, disponíveis nas lojas da DStv e no site www.dstvstarawards.com.

Ao intervir na cerimónia de lançamento, o director do Centro Nacional Tecnológico do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Gabriel Miguel, frisou que a configuração dos Prémios Estrela DStvEutelsat é de temática pertinente e que alinha com os principais desideratos plasmados na estratégia do sector, a nível nacional.

Por sua vez, a directora de comunicação da Multichoice Angola, Estefânia Sousa, exortou as entidades de direito a estimularem os jovens, desde cedo, a pensar em soluções tecnológicas, dada a percepção de que o desenvolvimento do mundo e da África, em particular, está muito relacionado às novas tecnologias.

O acto de lançamento contou com a presença de representantes do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação e da Direcção Nacional do Ensino Secundário  do Ministério da Educação, que prometeram se engajar para que Angola volte a ter um candidato nos lugares cimeiros deste concurso pan-africano.

À semelhança das edições anteriores, os vencedores nacionais receberão prémios como descodificadores, subscrições anuais da DStv, computadores portáteis, telemóveis e passam a competir para os prémios continentais globais, cujos distinguidos serão anunciados numa cerimónia, a ter lugar em Fevereiro de 2019.   

O grande vencedor na categoria de “redacção” terá o privilégio de visitar as instalações da Eutelsat em Paris e assistir ao lançamento de um satélite, sendo que o melhor do continente na  categoria de cartaz beneficiará igualmente de uma viagem a Paris e uma visita guiada a uma fábrica de construção de satélites.

Os segundos classificados das duas referidas classes habilitar-se-ão a viagem à África do Sul como convidados da MultiChoice África. Enquanto isso, as escolas participantes dos primeiros classificados a nível nacional e continental também recebem um descodificador com direito a uma instalação e uma subscrição anual da DStv.

“Desde 2011 que o concurso fez com que o sonho de 24 alunos por todo o continente se tornasse realidade e continua a inspirar jovens para que se entusiasmem, envolvam e sejam expostos aos conceitos da ciência e tecnologia e à tecnologia dos satélites em particular, envolvendo, no decurso de oito anos, 49 países”, remata a nota. 

Leia também
  • 22/08/2018 19:03:49

    Investigação científica requer parcerias público-privadas

    Luanda - A coordenadora sul-africana do comité técnico conjunto em Ciência e Tecnologia entre Angola e África do Sul, Mabuzela Mampei, advogou hoje, quarta-feira, em Luanda, a necessidade da criação de parcerias público-privadas para a implementação de projectos de investigação científica visando a resposta rápida das pesquisas.

  • 04/08/2018 05:15:02

    Concurso nacional de criação de jogos acontece este mês

    Luanda - A terceira edição do concurso nacional de criação de jogos digitais será realizada a 17 deste mês, em Luanda, numa iniciativa das universidades Metodista de Angola (UMA), Agostinho Neto (UAN) e da Sociedade Angolana da Computação (SAC) e promoção do Ministério do Ensino Superior, Ciência Tecnologia e Inovação (MESCTI).

  • 21/06/2018 12:34:45

    Bancos aderem ao novo serviço da Emis

    Luanda - Sessenta porcento dos bancos comerciais angolanos já aderiu ao serviço "Levantar dinheiro sem cartão", por via dos caixas automáticos (ATM), lançado há um mês, em todo o país, pela Empresa Interbancária de Serviços (Emis).