Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

22 Agosto de 2018 | 14h38 - Actualizado em 23 Agosto de 2018 | 09h57

Angola deve adaptar-se à 4ª Revolução Industrial

Luanda - O engenheiro mecânico Jorge Pinto disse hoje, em Luanda, que Angola deve adaptar-se à 4ª revolução industrial, fomentando as micro-indústrias em zonas rurais e urbanas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Uma fábrica em Angola

Foto: Lucas Neto

O engenheiro, que, durante o “Café com ciência e tecnologia”, apresentava o tema “As indústrias em Angola”, fez saber que as universidades e institutos técnicos profissionais devem dar mais valências ao empreendedorismo, para substituir a mão-de-obra das fábricas pela robotização.

Segundo o engenheiro, as micro-indústrias nesta nova era, suportam a economia com o aparecimento da impressora 3D, que garante a elaboração de grande quantidade de produtos num espaço pequeno, produzindo peças para a própria indústria, bem como pequenos utensílios de cozinha, higiene, saúde, beleza, educação, agricultura, entre outros.

De acordo com Jorge Pinto, as instituições que concorrem para o ensino e aprendizagem devem apostar também nos valores, ética e responsabilidade dos estudantes porquanto deles depende o futuro da indústria.

Para si, esta transformação tecnológica mudará a vida das pessoas para sempre e deve ser vista como a forma de viver, trabalhar e como o relacionamento entre os humanos, com maior pendor na transformação de matérias-primas com vista a garantir a indústria alimentar.

A 4º Revolução Industrial circunscreve-se na revolução digital que causou rupturas em todas as indústrias através da transformação digital, com isto, mais uma vez a forma como as pessoas vivem, trabalham e se comunicam sofreu mudanças importantes.

Assuntos Ciências  

Leia também
  • 18/10/2018 18:23:06

    Multinacional anuncia funcionamento do Sistema de Cabos Submarinos

    Luanda - A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, anunciou hoje, em Luanda, a entrada em funcionamento do Sistema de Cabos Submarinos da Costa Ocidental Africana (WACS), condicionado desde o passado dia 18 de Setembro, em consequência do corte registado a cerca de 1,2 quilómetros da Estação de Sangano.

  • 13/09/2018 19:51:40

    Ministra apela empresários à criação de infra-estruturas tecnológicas

    Luanda - A ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria do Rosário Sambo, apelou hoje, em Luanda, aos empresários a criarem infra-estruturas estratégicas para o lançamento de projectos e programas inovadores com a finalidade de inserção de tecnologias transversais-chave no país

  • 04/09/2018 12:29:10

    Duzentos expositores na 9ª Edição da feira do Inventor-Criador

    Luanda - Duzentos expositores de instituições públicas, privadas e freelancers participam, de 14 a 16 do corrente mês, em Luanda, da 9ª Edição da feira do Inventor-Criador Angolano (FeICA).

  • 22/08/2018 17:21:24

    Resultados de Investigações devem ser transferidos para sector produtivo

    Luanda - O secretário de Estado para Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos da Silva Neto, disse hoje, quarta-feira, em Luanda, que os resultados de trabalhos de investigação científica devem ser transferidos para o sector produtivo ou industrial para o desenvolvimento do país.