Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

22 Agosto de 2018 | 17h21 - Actualizado em 22 Agosto de 2018 | 17h20

Resultados de Investigações devem ser transferidos para sector produtivo

Luanda - O secretário de Estado para Ciência, Tecnologia e Inovação, Domingos da Silva Neto, disse hoje, quarta-feira, em Luanda, que os resultados de trabalhos de investigação científica devem ser transferidos para o sector produtivo ou industrial para o desenvolvimento do país.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Domingos da Silva Neto - Secretário de Estado para a Ciência, Tecnologia e Inovação.

Foto: Gaspar dos Santos

O dirigente, que falava hoje na cerimónia de abertura do 8° encontro técnico conjunto em ciência e tecnologia entre Angola e África do Sul, sublinhou que devem ser apresentados os achados científicos, os produtos ou protótipos obtidos e trabalhar-se para que os mesmos sejam implementados e desta forma, contribuir para a inovação tecnológica.

De acordo com o secretário de Estado, o referido encontro tem como objectivo o reforço da cooperação científica e tecnológica entre os dois países e criar novas oportunidades para o estabelecimento e desenvolvimento de parcerias em áreas de interesse mútuo.

Acrescentou que Angola e África do Sul têm estado a trabalhar desde 2011 e que em termos gerais, a actividade até aqui implementada permitiu a troca de experiências em matéria de gestão da ciência e da inovação, mobilidade de investigadores científicos e de estruturas para aplicação de tarefas específicas e capacitação em áreas ou disciplinas relacionadas a investigação científica.

" São visíveis os benefícios desta cooperação bilateral, temos sentido a forma como a África do Sul tem estado nesta cooperação, o que nos permite afirmar que tem sido um bom parceiro e pela parte angolana reafirmo a disponibilidade em reforçar a parceria e trabalhar no sentido de encontrar soluções para contornar os efeitos da crise económica e financeira que afecta o país desde 2014 e que terão afectado a conclusão de alguns projectos de investigação científica", frisou.

O encontro, que tem o seu término previsto para o dia 24, conta com a participação de quadros do Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, de investigadores científicos nacionais e sul-africanos e de representantes dos dois países dos sectores ligados a produção de bens e serviços.

Promovido pelo Ministério do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, o evento visa propor caminhos para o reforço da plataforma cooperação bilateral em ciência e tecnologia e identificar as acções para um novo programa trienal.

 

Assuntos Ciências   Tecnologias  

Leia também
  • 01/11/2018 23:59:55

    Angola:Feira internacional da Alemanha arranca com 800 ideias e novos produtos

    Luanda - Oitocentas ideias, invenções e novos produtos, das quais 11 de Angola, estão expostas desde hoje, em Nuremberg, República Federal da Alemanha, na 70ª edição da Feira de Ideias, Invenções e Novos Produtos (iENA), com o fim previsto para Domingo.

  • 01/11/2018 18:09:28

    Massificação das TIC facilita o acesso ao saber

    Luanda - A necessidade de massificação das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) nas escolas do ensino secundário para facilitar o acesso rápido a informação e ao conhecimento foi defendida hoje, quinta-feira, em Luanda, pela engenheira Juliana Panzo, ligada ao Instituto de Fomento da Sociedade da Informação (INFOSI).

  • 01/11/2018 10:00:09

    Feira de Ideias e Invenções de Nuremberga com 11 projectos nacionais

    Luanda - Angola está representada com 11 projectos na 70ª edição da Feira de Ideias, Invenções e Novos Produtos, que decorre de 01 a 4 deste mês, em Nuremberga, na Alemanha.

  • 18/10/2018 18:23:06

    Multinacional anuncia funcionamento do Sistema de Cabos Submarinos

    Luanda - A multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, anunciou hoje, em Luanda, a entrada em funcionamento do Sistema de Cabos Submarinos da Costa Ocidental Africana (WACS), condicionado desde o passado dia 18 de Setembro, em consequência do corte registado a cerca de 1,2 quilómetros da Estação de Sangano.