Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

29 Janeiro de 2019 | 15h37 - Actualizado em 29 Janeiro de 2019 | 16h52

Empresas inqueridas para aferir desenvolvimento científico do país

Luanda - O Ministério do Ensino Superior Ciência, Tecnologia e Inovação (MESCTI) vai usar uma amostra de mais de 100 empresas ligadas ao ensino superior, investigação científica, desenvolvimento e inovação no 3º Inquérito de Ciência, Tecnologia e Inovação, afirmou, nesta terça-feira, em Luanda, a instituição.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O processo, que decorrerá até ao mês de Março de 2019, servirá para se apresentar os resultados sobre o real desenvolvimento tecnológico e científico de Angola para o Executivo orientar as medidas futuras de natureza política e melhorar o processo de investigação científica.

De acordo com o director Nacional de Ciência e Investigação Científica, António Alcochete, que falava no âmbito do lançamento da campanha para o inquérito, o interrogatório de abrangência nacional é basicamente a recolha de indicadores por meio de três fichas,  uma virada para a investigação científica e o desenvolvimento, uma de inovação e uma de transferência de tecnologia, baseadas em manuais reconhecidos internacionalmente e assumidos pelas Nações Unidas e  SADC.

Para tal, técnicos do MESCTI vão constituir equipas de trabalho de campo envolvendo igualmente especialistas do Instituto Nacional de Estatística e do Instituto Nacional de Inovação, bem como do INAPEM.

A  ministra do Ensino Superior, Ciência, Tecnologia e Inovação, Maria Sambo, revelou que Angola conta com dois artigos científicos por um milhão de habitantes, segundo dados do 2º Inquérito publicado no Relatório da Unesco em 2015.

Maria do Rosário Sambo considera negativo tal situação, afirmando que, na mesma altura, a África do Sul havia registado mais de 100 artigos científicos.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 16/09/2018 20:50:31

    Angola: Marcolino Canganjo vence 9ª edição da feira do inventor

    Luanda - O Inventor Marcolino Canganjo, da província do Huambo, venceu, hoje (domingo), em Luanda, a 9ª edição da Feira do Inventor/Criador Angolano (FeICA), na categoria free lancer com o projecto "Regulador de trânsito electrónico".

  • 28/07/2018 08:57:57

    Angola está atenta aos desafios da 4ª revolução

    Joanesburgo (Dos enviados especiais) - O ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha, afirmou, em Joanesburgo, África do Sul, que Angola está a dar passos para se conformar às exigências da quarta revolução digital, um dos vários temas abordados na 10ª Cimeira dos BRICS, realizada de 25 a 27 de Julho.

  • 28/04/2018 15:20:53

    "G - pessoas" expõe seus serviços na 1ª Edição da FEJETEC

    Luanda - A empresa nacional de prestação de serviços em diversas áreas, "G - pessoas", está a levar ao conhecimento dos visitantes da primeira edição da Feira Nacional Juvenil de Educação, Tecnologia e Cultura (FEJETEC), os seus produtos e serviços.