Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

18 Junho de 2019 | 15h14 - Actualizado em 18 Junho de 2019 | 15h13

Universidades assinam acordo para promover empregabilidade

Luanda - Um acordo de parceria entre a Universidade Agostinho Neto (UAN) e a Universidade de Tecnologia de Belfort-Montbéliard (UTBM) foi rubricado nesta terça-feira, em Luanda, para promover a empregabilidade dos estudantes e transforma-los em criadores de emprego, sobretudo na área de inovações tecnológicas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

 

O acordo foi rubricado pelo reitor da Universidade Agostinho Neto, Pedro Magalhães e pelo reitor da Universidade de Tecnologia de Belfort-Montbéliard (UTBM), Ghislain Montavon.

Pedro Magalhães explicou que o acordo abrange a cooperação nos domínios científicos, académicos e na formação de técnicos e investigadores.

Disse pretender a mobilidade dos estudantes que possam passar parte da sua formação na universidade parceira e vice-versa.

“Queremos cooperar para o desenvolvimento de projectos científicos conjunto e permitir a mobilidade de investigadores e docentes das duas universidades”, disse.

A título da experiência, acrescentou estar em curso o Mestrado em Engenharia dos Sistemas Industriais, que permitirá a formação de especialistas que venham a intervir em termos de tecnologia de desenvolvimento em várias indústrias.

Na ocasião, o secretário de Estado para o Ensino Superior, Eugénio Silva, disse que o mestrado em engenharia dos sistemas industriais, da Faculdade de Engenharia da Universidade Agostinho Neto (FEUAN) em parceria com a Universidade de Tecnologia de Belfort-Montbéliard (UTBM) é o resultado do programa de cooperação universitária bilateral que o Ministério do Ensino Superior de Angola e o Governo de França, contando neste momento com 36 mestrandos da academia e da indústria que se encontram em fase de conclusão da formação.

Frisou que a parceria serve para a capacitação institucional e humana da faculdade, permitindo a melhoria da qualidade do ensino da engenharia, que acontece após três anos de parceria.

“Projecto está alinhado com a estratégia nacional Angola – França, plano nacional de formação de quadros enquadrado no Plano de Desenvolvimento Nacional 2018 – 2022”, disse.

Já Ghislain Montavon destacou que a tecnologia específica a unidade e o carácter global da ciência, mas adverte que a procura acelerada pelos recursos da terra traz enormes consequências como o aquecimento global, sendo necessário fazer algo para contemplar tal necessidade.

Destacou a importância da formação de engenheiros e o seu papel no desenvolvimento social.

Por seu turno, o coordenador do Mestrado, Jone Heitor Sebastião, disse que formação que começou há 2 anos, com 36 estudantes, prevê terminar em Julho de 2019 tem um financiamento feito 600 mil dólares pela parte francesa e 661 mil dólares pela parte angolana.

Avançou que o acordo serve para apoiar equipamentos, suprir deslocações dos docentes em Angola e em França.

Informou que estão na primeira fase da abertura de um laboratório digital, que será incorporado por uma incubadora, onde serão beneficiada 10 empresas.

“Está na faculdade de engenheira equipado com equipamentos digitais onde os estudantes vão criar”, frisou.

Sem avançar valores necessários, assegurou que o arranque da incubadora está a aguardar por um apoio financeiro de uma instituição bancária nacional.

 
 

Assuntos Ensino   Tecnologias  

Leia também
  • 16/06/2019 17:39:21

    Angola lança satélite produzido por estudantes

    Luanda - Um pequeno satélite, denominado "Cansat", produzido em Angola por especialistas de varias Universidades angolanas, vai ser lançado, na próxima quarta-feira (19), na localidade de Cabo Ledo, em Luanda.

  • 18/05/2019 10:00:03

    Angola usará satélite francês

    Paris - Angola usará satélites de observação franceses, nos termos de um acordo recentemente assinado entre os governos angolano e francês, anunciou, esta sexta-feira, em Paris, o ministro das Relações Exteriores angolano, Manuel Augusto.

  • 18/04/2019 20:41:43

    EMIS lança Multicaixa Express

    Luanda - A Empresa Interbancária de Serviços (EMIS) procederá quarta-feira (24), em Luanda, ao lançamento do Multicaixa Express.