Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Ciência e Tecnologia

02 Março de 2020 | 12h29 - Actualizado em 02 Março de 2020 | 12h29

Bolsa para mulheres "Unitel" com 60% de aproveitamento

Luanda - Mais de 60% das estudantes da 1ª edição do programa de bolsas de estudo da UNITEL, ?Mulheres Para o Futuro?, tiveram aproveitamento positivo no ano lectivo 2019.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

De acordo com uma nota de imprensa que a Angop teve hoje acesso, das 50 bolseiras seleccionadas, 31 vão manter a bolsa durante o ano lectivo 2020, de acordo ao regulamento do programa.

Deste grupo, quatro bolseiras foram aprovadas com nota igual ou superior a 17 valores, nas áreas de informática, informática de telecomunicação, mecatrónica e electrónica de telecomunicações.

Este ano, a título excepcional e usando as competências a si alocadas, a instituição estendeu a continuidade da bolsa a oito estudantes que obtiveram médias finais entre 13,9 e 13, fruto do desempenho e melhoria dos resultados ao longo do ano.

No final do ano lectivo 2020, estas bolseiras terão que obter médias finais de no mínimo 14 valores para manterem as bolsas.

A nota dá conta que 19 estudantes perderam a bolsa por apresentarem notas inferiores a 13 valores.

As finalistas Alda Marlene Muatchianga e Marina da Silva António, estudantes do 4º ano dos cursos de Informática e Ciências da Computação, respectivamente, no Instituto Superior Politécnico Metropolitano de Angola, concluíram o ano com 16 valores e foram convidadas pela UNITEL a integrar o TOP STUDENTS, um programa de estágio desenvolvido pela empresa desde 2012, a que estão aptos os melhores estudantes universitários do país, durante seis meses e se tiverem um aproveitamento de 75% ou acima, receberão um contrato de trabalho.

O programa “Mulheres para o Futuro” foi lançado pela UNITEL em Novembro de 2018, e disponibiliza 50 bolsas anuais para mulheres entre os 18 e os 25 anos nas áreas das Telecomunicações e Tecnologias de Informação. A 50 estudantes seleccionadas para a edição 2020 do programa serão anunciadas em Abril.


 

Assuntos Telecomunicações  

Leia também
  • 27/06/2019 19:51:33

    Angola necessita aumentar taxa de conectividade à internet

    Luanda - Angola deve aumentar urgentemente a taxa de conectividade à internet para níveis similares a de países europeus, que rondam os 80 por cento, para usufruir dos benefícios do Produto Interno Bruto Digital, afirmou hoje, em Luanda, o gestor da Wiconnet Paulo Araújo.

  • 13/11/2018 18:27:29

    SACS eleva importância de Angola no mercado de telecomunicações

    Luanda - O Sistema de Cabos Submarinos do Sul do Atlântico (SACS), da multinacional angolana de telecomunicações, Angola Cables, está em destaque, desde hoje, no maior evento de telecomunicações ao nível do continente africano, o Africacom 2018, a decorrer na Cidade do Cabo, África do Sul, até ao dia 15 deste mês.

  • 02/10/2018 16:28:21

    Angola implementa roaming doméstico no futuro

    Luanda - Angola prevê implementar o roaming doméstico para acabar com a quebra de rede de telefonia e permitir a sua partilha entre as operadoras do sistema - informou hoje, em Luanda, o ministro das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, José Carvalho da Rocha.