Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

24 Fevereiro de 2000 | 19h14

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 24/02 - A meia-distancia da selecção nacional sénior feminina de andebol, Palmira Barbosa, confirmou hoje ter posto termo a sua carreira desportiva, numa altura em que astetracampeãs africanas se preparam para o Africano, em Argel, Argélia.

A atleta, considerada em 1998 pela Confederação Africana deAndebol (Cahb) melhor andebolista de todos os tempos, afirmou que a sua retirada não tem segundas intenções, como algumas pessoasinterpretam.

"A minha retirada não tem nada a ver com a suspensão do professor Beto Ferreira", referiu a antiga capitã da selecção nacional, sublinhando que já no ano passado anunciara que deveria terminar a sua carreira devido a idade (39 anos).

Acrescentou que agora vai trabalhar nas camadas mais jovens doPetro de Luanda, clube em que esta vinculada desde 1991, realçando ter comunicado hoje a Federação Angolana de Andebol a sua saída.

"Além de ter anunciado verbalmente a minha intenção de deixar de jogar, hoje fi-lo por carta, dando a conhecer a federação", afirmou Palmira Barbosa, depositando confiança no novo elenco técnico formado por Jeronimo Neto e Bertelin Nelson.

"Eu vou trabalhar com a equipa de iniciados do Petro de Luanda, isto em femininos", garantiu, considerando que apesar de não voltar a jogar vai ensinar e incentivar os mais novos.

A atleta, que vestiu a camisola nacional pela primeira vez em1980, em Cabo Verde, esteve presente em quatro campeonatos domundo com a selecção nacional. A sua estreia aconteceu na Coreia do Sul, em 1990.

Começou a sua carreira na escola Ngola Kiluanje, em Luanda,passando depois para o Ferroviário de Angola. Em 1991 ingressou no Petro de Luanda, com o qual conquistou oito campeonatos nacionais.