Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

11 Novembro de 2001 | 18h49

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 11/11 - O desportivo Sonangol do Namibeconquistou pela primeira vez uma edição da Taça de Angola emFutebol, ao derrotar hoje o Sporting de Cabinda, por 3-2, em partidada final disputada no Estádio Nacional da Cidadela, em Luanda.

Ao intervalo, o Sonangol do Namibe vencia já por 3-1, numa finalinédita na história da Taça de Angola, por envolver estreantes aeste nível da prova.

As emoções desta partida que não envolveu qualquer equipa deprimeiro plano do Futebol Nacional, começaram muito cedo, pois aostrês minutos de jogo já os namibenses venciam por um golo, tentoapontado por Lukikana e ao cabo de meia hora de jogo, comsurpreendente facilidade, já tinha uma vantagem expressiva de 3-0.

Mas quando parecia estar a questão do trofeu resolvida, oscabindas reagiram e mostraram por que razão estavam na final, apósterem eliminado equipas do primeiro plano como o primeiro de Agosto,Asa e Petro do Huambo.

Assim, os "Leões" empreenderam a recuperação só não "devoraram" oadversário porque desperdiçaram oportunidades, nomeadamente umcastigo máximo. Tyson, aos 36 minutos apontou o primeiro golo,através de uma grande penalidade.

Fruto da pressão que exercia, a formação que militou na épocapassada viria a beneficiar de outro castigo máximo, aos 45 minutos,mas desta vez Tyson não converteu. Minutos antes, entretanto, o juizdo encontro não assinalou outro pénalti sobre um avançado doSporting.

O segundo período foi totalmente dominado pelos sportinguistas,que logo ao primeiro minuto atiraram uma bola a barra. com asonangol remetida a defesa, o Sporting pressionou, mas os seusavançados erravam na finalização. Só a passagem do 35 minuto é quechegaram ao 2-3, por intermédio de Lucien.

A partir deste momento ate ao final, o quadro não mudou, com aSonangol a defender e Sporting a atacar, porém sem conseguir otento do empate. Assim, alem de ver adiado o sonho de ser umrepresentante de Angola na Taça de África dos vencedores das Taças,quebrou um ciclo vitorioso iniciado com a ascensão a primeiradivisão passando pela eliminação das fortes selecções do primeiro deAgosto, Asa e Petro do Huambo.

Por seu lado, a Sonangol do Namibe, que ainda corre o risco dedescer de divisão, consegue salvar época.