Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

10 Janeiro de 2003 | 19h31

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 10/01 – As contratações e dispensas continuam a movimentar as 14 equipas do campeonato nacional de futebol da 1ª divisão (Girabola 2003), que arranca no dia 16 de Fevereiro.

O 1º de Agosto (vice-campeão nacional) é, até ao momento, a equipa que mais se reforçou, com a inclusão de três jogadores provenientes do seu "arqui-rival", Petro de Luanda, designadamente, Delgado, Betinho e Jonas.

Os "militares", treinados pelo angolano Jaime Chimalanga, receberam também outros reforços, nomeadamente Maninho Loide e Yano, vindos de Portugal, para além de alguns congoleses-democráticos.

O Atlético Sport Aviação (ASA), campeão nacional, conta com um plantel recheado de valores e promete discutir o título.

Os "aviadores", que estão a ser orientados pelo português BernardinoPedroto, têm como novos "inquilinos" destacáveis Heldér Vicente, Rasca,o cabo-verdiano Humberto e o internacional Paulão, este último dispensado pelo Petro de Luanda.

Se o 1º de Agosto é a equipa que mais se reforçou, o Petro teve a primazia de dispensar os seus melhores jogadores de sempre, como Jonas, Maninho, Zico, Didi, Betinho, Delgado, Chinho, Santana e tantos outros, preteridos pelo treinador holandês Jan Brower.

Como reforços, os petrolíferos da capital contam com o regresso de Paulo Silva, que durante alguns anos jogou no Qatar, e Issac (ex-1º de Agosto).

O Inter clube tem quase o seu plantel completo com várias aquisições. Raúl Quinanga continua à frente do conjunto, à semelhança do Progresso do Sambizanga, que tem Napoleão Brandão no comandoda equipa técnica.

O médio Zico e os centrais Didi e Maninho são os reforços que saltamà vista na formação do Sambizanga, que está de regresso ao convívio dos grandes após dois anos no "provincial" de Luanda.

Os treinadores também continuam a ser solicitados pelas direcções dos clubes. Daniel Ndunguidi (ex-jogador e técnico do 1º de Agosto) é o novo "timoneiro" do Desportivo da Huíla, enquanto Carlos Alves assinou pelo Sporting de Cabinda.

O Sagrada Esperança rescindiu o vínculo contratual com o técnicoAgostinho Tramagal, mesmo antes do início do Girabola de 2003, ao passo que o Petro do Huambo ainda não encontrou o substituto de Albano César.

As restantes equipas mantém-se com os seus treinadores.