Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

16 Março de 2003 | 22h51

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 16/03 - O Progresso do Sambizanga, regressado este ano à primeira divisãodo Campeonato Nacional de futebol, continua imbatível, após a disputa da quinta jornada, em que venceu, no campo do São Paulo, em Luanda, o Petro do Huambo, por 1-0.

Um golo solitário do médio Zico colocou os "sambilas" em segundo lugar, com 11 pontos,os mesmos que os campeões nacionais (ASA). Para tal, contribuíram ainda empates consecutivos frente ao 1º de Agosto (1-1, na terceira jornada) e ASA (0-0, na quarta ronda).

A equipa orientada por Napoleão Brandão estreou-se no Girabola 2003 com uma vitória em casa da Académica do Lobito, por 1-0, com golo do experiente médio Zico, dispensado esta época do Petro de Luanda.

Mesmo com um calendário inicial desfavorável, o Progresso soube impor limites aos candidatos ao título, designadamente ASA e 1º de Agosto, aguardando o Petro de Luanda na 11ª jornada. O seu próximo adversário, Sagrada Esperança da Lunda Norte, 10º classificado com quatro pontos.

O desafio frente aos "diamantíferos" será disputado no Quintalão do Dundo, uma deslocação que se prevê difícil face aos últimos resultados da equipa de Mário Calado.

O Sagrada Esperança perdeu nesta ronda (0-1) diante da Académica do Lobito.

A formação sambila tem sido uma inquilina frequente mas irregular no Girabola, com constantessubidas e descidas de divisão. O Progresso do Sambizanga foi despromovido pela última vezna edição 2001 do Girabola.

No lote dos três promovidos à divisão maior do futebol nacional, o 1º de Maio de Benguela,agora orientado por João Melanchton em substituição de Nando Jordão, conseguiu duas vitórias, um empate e duas derrotas.

Começou o campeonato com um triunfo, em Malanje, sobre o Ritondo, por 1-0, e repetiu aproeza na jornada seguinte diante do Benfica de Luanda (2-1), tendo sido depois goleado peloInter Clube (0-6), na capital.

Na quarta jornada, os "proletários" de Benguela foram incapazes de travar o Petro de Luanda,com quem perderam, por 0-1, e na sua deslocação ao Namibe hoje consentiram um nulo no terreno do Desportivo da Sonangol. Na sexta jornada, o 1º de Maio recebe o Desportivoda Huíla, último colocado, sem qualquer ponto.

Face a estes resultados, o 1º de Maio, campeão nacional em 1983 e 1985, ocupa a oitava posição, com sete pontos, enquanto o Ritondo alcançou o seu primeiro ponto do campeonato, mercê do empate (0-0) de hoje frente ao Inteclube.

Ao contrário do Progresso do Sambizanga e 1º de Maio de Benguela, que iniciaram a provacom vitória, os malanjinos foram baptizados com uma derrota (0-1), no seu reduto, pelos "proletários" e na segunda ronda perderam (0-3), em Luanda, diante dos "sambilas".

Quando os adeptos locais aguardavam por uma recuperação da equipa treinada por HenriquesFernandes, a verdade é que o Ritondo voltou a perder, em Malanje, diante do Benfica de Luanda,por 1-2, complicando ainda mais a sua situação na tabela classificativa.

Na sequência do desaire com os "encarnados" da capital, o técnico do Ritondo chegou a dizerque a sua equipa não tem plantel para se manter na primeira divisão nacional, clamando por mais reforços capazes de evitar a descida de escalão.

A goleada sofrida em Luanda frente ao 1º de Agosto, vice-campeão nacional, por 1-5, confirmou a fragilidade do Ritondo, que tem tido um calendário difícil para uma equipa sem grandes objectivos no Girabola.

Provavelmente, a próxima ronda prosseguirá a colecção de derrotas, quando defrontar o campeão nacional, ASA, que hoje goleou o 1º de Agosto, por 3-0. Diante dos "aviadores", os visitantes procurarão evitar a terceira goleada, já que é quase certa a vitória do ASA.