Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

26 Abril de 2003 | 15h09

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 26/04 - O Progresso do Sambizanga rescindiu hoje como técnico Napoleão Brandão, na sequência da segunda derrota consecutiva da equipa diante do Benfica de Luanda (2-4) no Campeonato Nacional de futebol da 1ª divisão (Girabola 2003).

Segundo o director-geral do clube "sambila", António Caldas, a equipaserá orientada até a indicação do novo técnico pelo adjunto Carlos Costa.

Napoleão Brandão, que rendeu do cargo Salviano Magalhães em 2001,encontra-se suspenso há cinco jornadas pelo Conselho Central de Árbitrosdo órgão reitor de futebol no país (FAF), por ter ofendido um juiz.

Depois de ter passado pelas formações do ARA da Gabela, Cambondo deMalanje, EKA do Dondo e pelo Inter Clube, Brandão tornou-se no quarto treinador do Girabola 2003 a ser despedido, por maus resultados.

Foram já demitidos das suas funções os técnicos Jaime Chimalanga (1ºde Agosto), João Machado (Académica do Lobito) e Daniel Ndunguidi (Desportivoda Huíla).

O Progresso do Sambizanga, que foi goleado sexta-feira pelo Benfica de Luanda por 2-4, desceu do quinto para o sexto lugar, com 13 pontos, numcampeonato liderado pelo Petro de Luanda, com 21.

Por outro lado, João Machado foi apresentado sexta-feira à noite comonovo treinador principal do Desportivo da Huíla, num contrato válido dedois anos.