Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

23 Agosto de 2003 | 21h02

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Inter está nas meias finais da Taça de Angola depois de bater o Parána do Rangel por 2-1.

Foto: Foto Angop

Luanda, 23/08 - O Inter Clube venceu hoje dificilmente o ParanáFC do Rangel, por 2-1, em jogo dos quartos-de-final da Taça de Angola emfutebol, disputado no Estádio Nacional da Cidadela, em Luanda.

A equipa da casa entrou tímida em relação ao Inter, clube da 1ª divisãonacional (Girabola 2003). Depois de perder a timidez, o Paraná começou aameaçar, com perigo e ousadia, a baliza dos "polícias", nos primeiros dezminutos.

Face à tendência do jogo, o Inter, mais entrosado e experiente,respondeu com um lance, que culminou em golo, aos 16 minutos, apontadopor Enoque, na sequência de uma recarga.

Quatro minutos depois, o avançado Oliveira (Paraná) teve uma soberanaoportunidade de igualar a partida, ao desviar da jogada dois defesas daformação adversária, mas rematou ao lado da baliza sob à guarda de Ndulo.

Momentos antes do intervalo, o "capitão" do Inter Clube Kikas foiexpulso, por acumulação de cartões amarelos, devido a uma entrada durasobre um adversário.

No reatamento, face à experiência e maturidade dos "polícias", Sassomaampliou, aos 47 minutos, o resultado para 2-0, aproveitando a sobra de bola após cobrança de um livre de seu companheiro de equipa Paty.

Os rangelistas reduziram (1-2), por Loló, aos 51 minutos, na transformação de uma grande penalidade, depois de bola à mão na grandeárea de um defesa do Inter Clube.

Em superioridade numérica, a turma do provincial de Luanda passou apressionar mais o seu adversário, e aos 57 minutos quase chegou ao golo,quando Lolita entrou na área e frente-a-frente com o guarda-redes Ndulo e atirou para as malhas laterais.

Com uma arbitragem desastrosa, o juiz Carlos Júlio perdeu o controlodo jogo, quando manteve em campo, mesmo depois de ter advertido com a segunda cartolina amarela, o jogador Yuri (Inter) durante 50 segundos,provocando o descontentamento do banco do Paraná, aos 67 minutos.

Reduzidos a nove futebolistas, a equipa do sérvio Zoran Pesic recuouà defesa, para segurar o resultado, passando a iniciativa da partida aoParaná e partindo em contra-ataque sempre que o adversário deixasse.

Com este jogo de contenção, o Inter, que se tornou na primeira equipaapurada para as meias-finais, conseguiu neutralizar as acçõesofensivas do Paraná, até o apito final do árbitro.

Domingo, o Petro do Huambo defronta o Sporting de Cabinda, enquantoos encontros ASA-Ritondo de Malanje e Sagrada Esperança da Lunda Norte-1ºde Agosto disputam-se nos dias 02 e 03 de Setembro, respectivamente.

Sob a arbitragem de Carlos Júlio as equipas alinharam:

Paraná - Milton, Nando, Dany (Loló, aos 44 min), Wilson, Oliveira,Sousa (Moreno, aos 56 min), Diogo, Lolita, Mampela, Mingo( Luvuluzo, aos 64 min) e Sébwa.

Treinador: Salviano Magalhães

Inter Clube - Ndulo,Enoque,Kikas,Nelsinho,Zequinhas,Yano (Benito, aos 46 min), Benito (Carlos, aos 72 min), Dadão, Yuri, Bobó (Malamba,aos 81 min), Sassoma e Paty. Treinador: Zoran Pesic (Sérvio)

Acção disciplinar: Cartões amarelos para Bobó, aos 80 min, Kikas (aos37 e 41 min, expulso por acumulação de cartões), Yuri, aos 26 e 66 minutos (expulso).

Assistência: cerca de 500 pessoas.