Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

30 Outubro de 2005 | 21h21

Futebol: Love garante presença do ASA na final da taça

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 30/10 - O Atlético Sport Aviação (ASA) qualificou-se hoje para a finalda Taça de Angola em futebol, ao vencer no estádio 22 de Junho o 1º de Agosto por 1-0, com golo de Love, aos 78 minutos.

O avançado entrou em substituição de Kadima, na etapa inicial, e aproveitou uma falhadefensiva dos "rubro-e-negros" para marcar o único golo do encontro, que garantiu a presença da sua equipa na final da segunda maior competição do país.

Os primeiros 15 minutos foram equilibrados, com as duas equipas a jogarem muito no meio campo. A partir do vigésimo minuto os "militares" tomaram conta do jogo, com destaque para Stopirrá e Bakala, organizadores das jogadas ofensivas.

Ainda na primeira parte, o técnico dos "aviadores" Bernadino Pedroto efectuou duas alterações no seu conjunto. Substituíu Hugo por Rats, lesionado, e Love no lugar de Kadima.

Mesmo com as "mexidas", o 1º de Agosto continuou a mandar no desafio, pecando apenas na finalização, onde os zambianos Danny e Milanzi eram os protagonistas.

Aos 45, Milanzi passou por Dias Caires e dentro da área rematou, mas a bola embateuem Jamba, desviando a sua trajectória. O lance de realce do ASA surgiu nos minutos de compensação da etapa inicial, quando Lofó passou por dois adversários na direita e rematou cruzado para defesa de Mochi. 0-0 foi o resultado ao intervalo.

Na segunda parte, o desafio esteve mais equilibrado. Aos 50 minutos, Simão cobrou um livre e Lofó, de cabeça, obrigou Mochi a uma defesa apertada para canto. No minuto seguinte,Stopirrá rematou à entrada da área e Papi defendeu com dificuldades.

Aos 66, Stopirrá tentou a jogada individual e foi derrubado por Jamba na área, e o árbitro Belmiro Carmelino assinalou grande penalidade. Na cobrança, o médio zambiano Ian Bakala permitiu a defesa do guarda-redes "aviador".

Nos minutos seguintes, o ASA "cresceu" enquanto o 1º de Agosto acusou a falha dopenalty e cansaço. Fruto desta baixa física e psicológica, aos 78, sofreu o golo por intermédio de Love. Depois da marcação de um pontapé de canto, Mochi defendeu elargou. Na "ressaca", Roger atrapalhou-se e o avançado "aviador" rematou para o fundo da baliza.

Estava feito o resultado. Tardiamente Jan Brouwer, técnico do 1º de Agosto, mexeu na equipa, mas de nada valeu.

Assim, os vice-campeões nacionais defrontam a 11 de Novembro, no Estádio dos Coqueiros,o Interclube, que venceu os novos campeões nacionais (Sagrada Esperança) no Dundo, por 8-7, aos penalties, após 0-0, no tempo regulamentar.

Com arbitragem de Belmiro Carmelino, coadjuvado por Inácio Candido e Henriques daRocha, as equipas alinharam da seguinte forma:

1º de Agosto - Mochi, Roger, Joãozinho, Delgado, Elisio, Zé Augusto, Bakala, Stopirrá(cap), Sotto (Mingo), Danny e Milanzi. Treinador: Jan Brouwer (holandês)

ASA - Papi, Jamba, Dias Caires, Rats (Hugo), Jacinto, Simão (cap), Milex, Humberto, Lofo, Rasca e Kadima (Love). Treinador: Bernadino Pedroto (português).