Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

22 Fevereiro de 2006 | 22h36

Futebol: ASA conquista 17ª edição da Supertaça

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

ASA conquista 17ª edição da Supertaça

Foto: Foto Angop

Luanda, 22/02 - A equipa do ASA conquistou hoje no estádio 1º de Maio, em Malanje, a décima sétima edição da Supertaça de Angola em Futebol, ao derrotar o Sagrada Esperança da Lunda-Norte, por 2-1, em desafio da segunda ``mão``.

Num dia especial para a província da ``Palanca Negra``, que conta a partir de hoje com um campo relvado e disponível para albergar jogos oficiais sob a égide da federação angolana da modalidade, os dois conjuntos desceram ao rectângulo com as devidas cautelas.

Após o pontapé de saída dado pelo governador local, Cristóvão da Cunha, que foi um dos espectadores, entre os 10 mil que testemunharam este encontro, o Sagrada Esperança (campeão nacional) e o Atlético Sport Aviação (ASA), vencedor da Taça de Angola, entraram na partida para a decisão final deste troféu.

Os ``lundas`` tiveram o primeiro sinal de perigo logo aos dois minutos, quando o congolês democrático Yemueni cruzou para a área aviadora, onde estavam apenas os defensores desta formação para o corte. Mas a partir daí pouco ou nada se viu que justificasse o golo para qualquer dos lados, dada a fraca produtividade exercida pelos intervenientes.

O reatamento iniciou praticamente com o ASA a adiantar-se, na marcação de uma grande penalidade por intermédio de Love, que foi derrubado por Alex aos 46 minutos.

A equipa do Sagrada Esperança, orientada por Mário Calado, igualou por Yemueni, de cabeça, aos 63 minutos, na sequência de pontapé de canto cobrado por Mbala, sem nenhuma oposição dos centrais do ASA.

Apesar deste empate que se registava, os ``lundas``, que contaram com o apoio de muitos malanjinos, continuavam em posição desvantajosa, já que no jogo da primeira ``mão`` disputado em Luanda no passado dia 14, registou-se empatado a nulo.

Já no período de compensação de cinco minutos dados pelo juiz Venâncio de Matos, a equipa do aeroporto desfez a igualdade (auto-golo de Alex), que não conseguiu desviar da melhor maneira um cruzamento de Fofana.

O ASA conquista o seu terceiro troféu da Supertaça.

Estádio 1º de Maio (Malanje)

Capacidade - 3.500 mil espectadores

Marcadores: 0-1 - Love (penalty 46 minutos)
1-1 - Yemueni (63 minutos)
1-2 - (Alex-auto-golo) - compensação

Acção disciplinares - Alex, Moisés, Yemueni, Beto (Sagrada), Milex, Love e Rasca (ASA).

Árbitro: Venâncio de Matos (Benguela)
Auxiliares - Alberto Fio e Eurico Vicesse

Equipas: Sagrada Esperança - Sena, Palucho, Chinguila (Maninho Loide), Alex, Moisés (Beto), Jojo (cap), Mbala, Stopirra, Fatiti (Fefe), Yemueni e Beto
Treinador - Mário Calado (angolano)

ASA - Ângelo, Sérgio, Simão (Cap), Fofana, Malamba (Yemo), Dias Caires, Love (Kadima), Milex, Job (Rasca), Anastácio e Humberto.
Treinador - Bernardino Pedroto (português).