Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

19 Março de 2006 | 17h54

Futebol: Taça CAF - Petro de Luanda supera Astres dos Camarões

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Petro vence primeira `mão` da partida contra o Astres dos Camarões

Foto: Foto Angop/Arquivo

Luanda, 20/03 - O Petro de Luanda venceu domingo, no Estádio da Reunificação, em Doualá, o Astres dos Camarões, por 2-1, com dois golos do avançado Manucho, em jogo daprimeira mão dos 16 avos de final da Taça da Confederação Africana de Futebol (CAF). #

Num encontro marcado pela expulsão, por acumulação de cartões amarelos, de Renato Campos, aos 82 minutos, o Petro de Luanda adiantou-se no resultado aos 12 minutos, com golo de Manucho, após um cruzamento na área, batendo o guarda-redes adversário.

No entanto, os anfitriões reagiram, com jogadas combinadas, tentando encostar os petrolíferos à defesa. Depois de várias tentativas de chegar ao empate, anuladas pelo guarda-redes angolano Lamá, o golo camaronês surgiu aos 21 minutos, por Paul.

A partir da igualdade no marcador, os anfitriões sufocaram o último reduto da equipa orientada por Carlos Alhinho, mas tiveram nesse período a pronta intervenção de Lamá, que evitou golo iminente do adversário, aos 24.

A pressão camaronesa continuou e obrigou o conjunto angolano a recuar no terreno, tendo inclusive sofrido um tento, aos 36 minutos, porém invalidado pelo árbitro doencontro, por ter sido precedido de falta.

Com o objectivo de melhorar a zona defensiva, que permitia aos avançados do Astres chegar mais à baliza petrolífera, o técnico cabo-verdiano substituiu o lateral esquerdo Delgado e o médio defensivo Miro, pondo em campo Lebo Lebo e Nsuka, aos 33 e 35 minutos, respectivamente.

Antes do intervalo, o Petro de Luanda voltou a adiantar-se no marcador, novamente por Manucho, desta de bola parada, fixando o resultado, que viria a ser gerido na etapa complementar.Na ponta final do jogo, Alhinho tirou o médio Ze Kalanga e para o seu lugar entrou o avançado Mateus aos 73 minutos, numa etapa em que Lamá, mais uma vez, foi preponderante ao evitar o empate aos 84.

O jogo da segunda mão disputa-se na capital angolana dentro de 15 dias, no Estádio Nacional da Cidadela.

Leia Mais:

Futebol: Técnico do Petro de Luanda ressalta empenho de jogadores