Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

16 Outubro de 2006 | 22h57

Voleibol: 1º de Agosto vence Petro e conquista 20º título nacional

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 16/10 - O 1º de Agosto revalidou hoje o título de campeão nacional de voleibol sénior masculino, ao derrotar o Petro de Luanda, por 3-0, na terceira partida dos "play-offs", disputada no pavilhão principal da Cidadela na capital do país.

Depois de terem anulado uma vantagem do adversário, os comandados do treinador Hernani Bastos entraram para a terceira partida da finalíssima bastante galvanizados e impondo-se ao Petro com os parciais de 25-22, 25-20 e 25-21.

Na quadra, bem dirigidos pelo veterano Zé Maria, 33 anos, o 1º de Agosto, que já parecia vergar-se a juventude do Petro, demonstrou ainda possuir argumentos técnico-tácticos e competitivos para conquistar o seu 20º título de campeão nacional da modalidade.

Orientados tecnicamente pelo italiano Giuseppe Martino, e também no resultado da actuação emcampo do experiente jogador Chiquinho Boa, embora derrotados, os petrolíferos deram a replicanecessária, protagonizando uma final de nível técnico-competitivo bastante elevado.

Com este triunfo, os militares que haviam perdido por quatro vezes o troféu a favor do IMEL, demonstraram uma vez mais possuir a hegemonia da modalidade no país.

Os petrolíferos, criados no presente ano, com jogadores provenientes da antiga equipa do Instituto Médio de Economia de Luanda (IMEL), apesar do esforço não foram capazes de concretizar um dos seus grandes propósitos, que seriam brindar a direcção do Clube com o título nacional, após terem conquistado o provincial luandense.

Quanto aos femininos, a equipa do 1º de Agosto também revalidou o título, depois de bater domingo o Petro de Luanda, por 3-0, com os parciais de 25-16, 25-15 e 25-14.

A partida foi apenas para o cumprimento de calendário, porque as militares ao longo das jornadasrealizadas haviam já amealhado pontos suficientes para a conquista da prova.

Esta formação totalizou 16 pontos, seguida do Clube Náutico do Namibe (14), Petro (12), Escorpião (10) e FC de Cabinda (7).

Catorze equipas, em representação das províncias do Namibe, Cabinda e Luanda participaram nos Campeonatos Nacionais, em ambos os sexos.

Os atletas Honorato Anselmo e Marlene Costa, ambos do Clube Militar, foram considerados os melhores jogadores do campeonato, enquanto que a distinção de melhor árbitro coube a Domingos de Sousa.