Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

16 Fevereiro de 2010 | 16h15 - Actualizado em 17 Fevereiro de 2010 | 09h19

Plantel do FC Bravos do Maquis

Girabola/Apresentação

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


Luena - A aquisição de cinco jogadores oriundos de escolas de futebol do Brasil poderá constituir-se na principal “arma” para ajudar o FC Bravos do Maquis a alcançar os objectivos traçados para a época 2010, em que estará envolvido no Campeonato Nacional da Primeira Divisão e na Taça de Angola.


Trata-se dos angolanos Magalhães, Leandro, Enzo, Marcelo e William, os quais participarão pela primeira vez num campeonato nacional, depois de passarem toda a sua infância nas escolas de futebol do São Paulo (Brasil), país com certa tradição no que ao futebol diz respeito.


O médio brasileiro Everton que jogou no Palmeira, equipa da segunda divisão brasileira, o zambiano Bana, ex-ASA (não consta da lista em posse da Angop), o defesa esquerdo Tião, ex-Desportivo da Huíla e o regressado Benvindo, emprestado em 2009 ao recreativo da Caála, são também reforços com que a equipa conta para se posicionar entre os seis melhores e vencer a Taça de Angola, de acordo os objectivos do clube.


O FC do Maquis, que dispensou 14 jogadores, contratou ainda três guarda-redes, nomeadamente Laurentino, vindo do 1º de Maio de Benguela, Hélder (Académica do Soyo) e Kiki, que na época passada jogou pela Académica do Lobito.


Eis o Plantel para 2010:


Nome:                             Idade             Posição                  
   


   
Laurentino Gerónimo da Silva      32          guarda-redes                              


Hélder Figueiredo Cabal          30            guarda-redes                                 
  

Garcia Afonso André “Kiki”      27         guarda-redes                                 
 

Benvindo Francisco Lufuankonda      21     defesa direito

  

Rafael da Silva Magalhães     20   defesa direito                            


Fernando Quitanda Ginga “Chora”   22    defesa esquerdo
 


Sebastião Félix de Carvalho “Tião”  30   defesa esquerdo
 


Mateus Latim Chissingui   24   defesa esquerdo                         


Gilberto Armindo Canga “Mananja”    28    defesa central 
 

Fernando Lourenço da Silva Kaquinta   33    defesa central 


Francisco José Neves Burica “Chico”   26    defesa central  


João José da Silva “Edson”   23    defesa central                              
 

Osvaldo Marinho Domingos “Dadão”   23    médio defensivo


Arsénio Bartolomeu Manuel   20  médio defensivo
  

Leandro Sena da Silva     22     médio defensivo


Everton de Oliveira Silva    24   médio direito                           
 

Enzo Filipe Carvalho  20    médio esquerdo                   
  

Marcelo Dias de Assumpção    22  médio ofensivo
 


 
Pedro dos Santos António “Breco”    24   médio ofensivo


Benvindo Regresso Ponte Garcia     22     médio ofensivo
                           


 
William da Silva Pires  19      avançado                            


Marlon Augusto Brandão   30    avançado                            


José Kadima Mungusso    30   avançado                          


Manuel de Castro Massiala Cuambi     22    avançado    
                    

Banino Igor Samu de Nascimento     26    avançado


Presidente de direcção:

Luís Francisco Independência 


Vice-presidente:

Augusto Manuel Quitadica “Docas”


Equipa técnica:

Treinador principal

João de Sousa Machado

Preparador físico

Augusto Portela

Médico

Benedito Ngoma

Técnico de guarda-redes

Pedro Jorge

Fisioterapeuta

Alfredo Filipe Santana

Estatístico 

Sebastião Samba 

Estádio

 Mundunduleno (capacidade para mais de quatro mil pessoas)


Fundado a 28 de Julho de 1983, o FC Bravos do Maquis ascendeu à Primeira Divisão do futebol nacional em 1996. O melhor que conseguiu até é o oitavo lugar alcançado em 1998.

Assuntos Província » Moxico  

Leia também
  • 25/01/2015 12:06:12

    Defendida criação de Associação Angolana de Desporto Escolar

    Luena - O chefe de departamento provincial dos Desportos do Moxico, Zeferino Menezes, defendeu hoje domingo, a criação de uma associação angolana de desporto escolar, que permitiria, a curto, médio e longo prazo, o crescimento de números de praticantes.

  • 22/01/2015 12:48:55

    Polidesporto: Professores de educação física em seminário no Moxico

    Luena - Cem professores de educação física participam, desde quarta-feira, na província do Moxico, de um seminário de capacitação em matérias de voleibol, ginástica e anatomia, no quadro da necessidade de melhor desempenho no ensino primário e secundário

  • 19/01/2015 19:10:13

    Victor Manuel já orienta Maquis

    Luena - O FC Bravos do Maquis deu hoje, segunda-feira, início a segunda fase da preparação da época futebolística 2015, que decorre em Benguela já com a integração do técnico principal, Victor Manuel.

  • 18/01/2015 20:55:24

    CAN2015: Gabão destaca-se na jornada de abertura

    Luena - Com uma exibição de "encher os olhos" premiada com vitória (2-0) diante do Burkina Faso, o Gabão foi a selecção que melhor se apresentou na jornada de abertura do Campeonato Africano das Nações sábado na Guine Equatorial.