Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

11 Novembro de 2010 | 22h12 - Actualizado em 11 Novembro de 2010 | 22h12

ASA retira sonho do Inter conquistar a "dobradinha"

Futebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O Atlético Sport Aviação (ASA) conquistou hoje, no estádio da Cidadela, em Luanda, o seu terceiro troféu da taça de Angola em futebol e retirou o "sonho" ao Interclube lograr a "dobradinha" na temporada 2010, após triunfo de 4-3 na transformação de grandes penalidades.

Sob o olhar atento do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, a formação "aviadora" entrou para o rectângulo determinada para o ataque, com o objectivo de suplantar o seu adversário, que foi para arrebatar o seu segundo título da época, depois de ter já conquistado, recentemente, o campeonato nacional.

O conjunto do aeroporto, que decidiu o triunfo durante duas séries de grandes penalidades, após empate a nulo no tempo regulamentar e de prolongamento, acreditou que podia superar os campeões nacionais, em pleno dia que se comemora os 35 anos da proclamação da independência de Angola.

Quando tudo se previa uma vitória do Interclube, já que vencia por 3-1, os "aviadores" liderados pelo veterano Jamba, que entrou apenas aos 90 minutos, tiveram calma suficiente que lhes valeu salvar a temporada e lhes dará o direito de representar o país na próxima edição da Taça da Confederação, a par do 1º de Agosto (terceiro classificado do Girabola'2010).

O Interclube (campeão) e o Recreativo da Caála do Huambo (vice-acampeão) serão os "embaixadores" do país na competição de acesso a fase de grupos da liga africana dos clubes campeões. 

No final da partida, o chefe de Estado, acompanhado da sua esposa Ana Paula dos Santos e do vice-presidente da república, Fernando da Piedade Dias dos Santos "Nandó", teve a honra de entregar o troféu ao capitão Silva.

Com arbitragem do "internacional" Hélder Martins, auxiliado por Denilson Gourgel e Victor Paulino, as equipas apresentaram as seguintes constituições:

ASA - Nuno, Ângelo (Jamba, 90m), Silva (cap), Papy, Manuel, Jajão, Matias, Zinho (Lau, 73m), Bokungo, Toni Osódio (Amarildo, 60m) e Anastácio.

Treinador - José Dinis

Interclube - Therry, Fabrício, Fissi, Pedro Henriques (cap), Nari, Pingo, Paty (Dioup, prolongamento), Daniel, Messi (Manucho Barros, 70m), Joca e Mingo (Capuco)

Treinador - Álvaro Magalhães (português).

Acção disciplinar - Cartões amarelos para Fabrício (68m) e   Pingo (40m) 

Assistência - Cerca de dois mil espectadores