Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

25 Outubro de 2010 | 23h01 - Actualizado em 26 Outubro de 2010 | 16h48

Sport Lisboa e Benfica volta a Angola no máximo da sua força

Futebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda – Dois anos depois de ter vencido na Cidadela a selecção nacional de Angola, por 3-2, o Sport Lisboa e Benfica volta ao país para defrontar novamente os “Palancas Negras” dia 10 de Novembro, nas comemorações da independência nacional, no máximo da sua força, de acordo com o presidente do clube, Luís Filipe Vieira.

Falando hoje em conferência de imprensa, em Luanda, numa das unidades hoteleiras, onde foi divulgado pormenores sobre a organização do amistoso, o dirigente da equipa das águias disse que, à excepção de Cardoso que se encontra lesionado, o Benfica virá a Luanda no máximo da sua força.

Sem citar nomes, Luís Filipe Vieira deu a entender que os angolanos verão evoluir no estádio 11 de Novembro, estrelas como os defesas centrais Luisão e David Luís, os médios Aimar e Javi Garcia, e os ponta de lança Saviola, Nuno Gomes e Cardoso.

Quanto a utilização do angolano Pedro Mantorras no amistoso em saudação a independência de Angola, assinalada a 11 de Novembro de 1975, nada foi divulgado. Questionado sobre o assunto, o próprio atleta que também esteve presente na actividade disse que tudo dependerá da equipa técnica. 

O angolano não faz parte dos planos do técnico Jorge de Jesus para a presente temporada no Benfica, mas quer a direcção do Benfica, quer o atleta afirmam que o seu futuro passa pela colectividade campeã de Portugal.

Com 28 anos, o atacante representa o Sport Lisboa e Benfica há nove anos ao longo dos quais rubricou 58 golos em 159 jogos. O avançado, campeão africano em sub-20, tem entretanto contrato com a formação portuguesa até 2012.

Pelo Benfica passaram também os angolanos Vata, Abel Campos, Paulão e Akwá.