Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

13 Fevereiro de 2011 | 21h36 - Actualizado em 14 Fevereiro de 2011 | 07h50

Libolo despede-se com triunfo da competição

Basquetebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Lisboa (Do enviado especial) - Com 41 pontos do poste Reggie Moore e 30 do extremo Olímpio Cipriano, o Recreativo do Libolo venceu hoje, no pavilhão de Campo Pequeno em Portugal, o Sport Lisboa e Benfica por 109-107, após prolongamento.


 
Com esta vitória, a formação orientada por Raúl Duarte queda-se na segunda posição, numa prova ganha pelo 1º de Agosto.

Mais uma vez, o Libolo, que participou no torneio como vencedor da Taça de Angola, dependeu da inspiração de Reggie Moore, indicado pela terceira vez consecutiva Jogador Mais Valioso (MVP), e Olímpio Cipriano, com 41 e 30 pontos respectivamente, sendo mais de metade dos pontos da equipa.


 
As duas equipas protagonizaram um bom jogo. O Libolo entrou motivado com a vitória sobre o FC Porto na ronda anterior e manteve
o mesmo ritmo frente ao Benfica, com defesa a zona e constantes saídas para o ataque em velocidade, com Milton Barros como
condutor.


 
Heshimu Evans (25 pontos) e António Tavares (22) foram os jogadores mais inconformados do campeão português e então detentor do troféu Compal, que terminou o torneio sem qualquer vitória.


 
Depois de três períodos equilibrados, as equipas disputaram o último como uma final. Apesar de se tratar de uma prova sem carácter
competitivo, ambas se empenharam na procura da vitória. De um lado o Libolo ainda com esperanças de se sagrar campeão e do outro o Benfica que procurava pelo menos uma vitória.


 
Foi um quarto muito emotivo que terminou empatado (100-100), obrigando as equipas a mais cinco minutos extras. 


 
Nesta fase, tanto uma como outra demonstrou algum desgaste físico. A sete segundos do final a formação angolana perdia por 106-107, mas um triplo de Cipriano inverteu o quadro e deu vitória ao Libolo por 109-107.


 
Libolo: Olímpio Cipriano (30), Francisco Sousa (00), Domingos Bonifácio (00), Edson N'doniema (08), Manuel Mariano (00), Mayzer
Alexandre (03), Abdel Gomes (02), Reggie Moore (41), Abdel Bouckar (09), Simão Santos (00), Milton Barros (16), Edgar Chocolate (00).
Técnico: Raúl Duarte.


 
Benfica:
António Tavares (22), Heshimu Evans (25), Michael Willians (09), Diogo Carreira (15), Rodrigo Mascarenhas (06), Miguel Minhava (06), Elvis Évora (14), Gregory Jenkins (06), Ekjersey Viana (04). 
Técnico: Henrique Vieira
 

Assuntos Angola  

Leia também
  • 25/01/2019 15:47:59

    Desporto eleva imagem de Luanda

    Luanda - Pitoresca e cheia de atractivos, Luanda é uma inesgotável fonte de talentos. A cidade, fundada em 1576, destaca-se pela cultura desportiva de boa parte dos habitantes.

  • 31/12/2018 08:59:20

    Retrospectiva2018: Andebol reforça hegemonia

    Luanda - Sem igual, o andebol feminino reforçou este ano a hegemonia em África, com a conquista de mais um título, elevando para 13 o leque de troféus erguidos desde 1998. Em 20 anos, apenas em três ocasiões o país falhou o "caneco".

  • 28/12/2018 17:32:47

    Retrospectiva2018: Desporto adaptado gera ouro

    Luanda - A conquista do Campeonato do Mundo de Futebol para Amputados, em Novembro, no México, produziu júbilo generalizado. Pela sua relevância, este título faz do desporto adaptado embaixador angolano pelo mundo, por direito próprio.

  • 28/12/2018 10:55:05

    Retrospectiva2018: Futebol volta a "brilhar"

    Luanda - O futebol angolano conseguiu contrariar, em 2018, a tendência de fracassos que, nos últimos anos, fragilizavam a imagem dos clubes e da selecção nacional.