Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

03 Novembro de 2011 | 18h57 - Actualizado em 03 Novembro de 2011 | 18h56

Treinador do 1º de Agosto indisponível para próxima época no Girabola

Futebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda – O treinador da equipa principal de futebol do 1º de Agosto, Carlos Manuel, manifestou, em Luanda, a sua indisponibilidade em continuar a orientar a formação militar, por motivos pessoais, informou hoje à Angop fonte oficial. 

Um comunicado de imprensa, assinado pelo presidente do Clube das Forças Armadas, Carlos Hendrick, esclarece que o técnico português solicitou um encontro com a referida direcção onde alega não poder continuar na próxima época, por motivos pessoais.                

“Perante tal facto, a direcção do 1º de Agosto decidiu aceitar os motivos pessoais mencionados pelo treinador Carlos Manuel, e aproveita a ocasião para manifestar o reconhecimento pelo contributo prestado de forma profissional e responsável ao nosso glorioso 1º de Agosto”, lê-se no documento.

Carlos Manuel rendeu, o ano passado, o sérvio Luibinco Drulovic.

Com esta decisão unilateral, o emblema do “Rio Seco” poderá realizar a quinta mudança na equipa técnica, desde a saída, em 2007, do holandês Jan Brouwer, que não conseguiu revalidar o título e o cedeu ao Interclube, que venceu o Girabola pela diferença de um ponto (55/54).

No ano seguinte, em 2008, foi contratado o português Vitor Manuel que também não foi capaz de resgatar o título para o clube, terminando a época em segundo lugar, com 49 pontos, atrás do Petro de Luanda, que venceu o campeonato com 58.

Apesar do segundo lugar, o português não teve oportunidade de mostrar mais nada, acabando substituído na época seguinte, 2009, pelo russo Viktor Bondarenko. Começou a época em grande, mas a determinada altura viu a equipa a claudicar, obrigando a direcção a afasta-lo.  

O quadro agostino Jorge Humberto Chaves, o adjunto, segurou o grupo mas também não conseguiu melhor que um quarto lugar, com 45 pontos, a cinco do então vencedor Petro de Luanda.

No ano passado, em mais uma tentativa para resgatar a mística do clube no futebol, a direcção,  então liderada por Raul Hendrick, contratou o sérvio Lujbinco Drulovic, que, no entanto, também não conseguiu vencer o Girabola na primeira época, acabando despedido na segunda.

Em 2010, Drulovic levou os militares ao terceiro posto da classificação, com 51 pontos, a quatro do campeão Interclube. Nesta edição2011que encerra no próximo domingo, os militares não conseguiram melhor que um sexto lugar, podendo terminar a prova com 45 pontos, caso vençam o ASA.

O 1º de Agosto ainda poderá salvar a temporada futebolística, em função da disputa da final da Taça de Angola, no próximo dia 11 de Novembro, na capital do país, diante do Interclube (campeão nacional). O Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (Girabola2011) é liderado pelo Recreativo do Libolo e o Kabuscorp, ambos com 56 pontos.