Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

21 Janeiro de 2012 | 21h41 - Actualizado em 21 Janeiro de 2012 | 21h41

Nacional de Benguela perde mas apura-se à 1ª divisão 15 anos depois

Futebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benguela – A equipa principal de futebol do Clube Nacional de Benguela (CNB) perdeu hoje ( sábado), em casa, frente à similar da Escola Norberto de Castro de Luanda, por 0-2, no jogo da 2ª mão do torneio de competência “liguilha”, mas apurou-se para o Girabola de 2012, devido à vantagem na 1ª mão, por 4-2.

O Nacional de Benguela beneficiou-se do triunfo alcançado na primeira partida, disputada a 14 de Janeiro em Viana (Luanda), visto que hoje sofreu em casa apenas dois golos diante do adversário, tendo ocupado a última vaga de acesso ao Campeonato Nacional da 1ª Divisão, edição 2012.

Depois de um emocionante e disputado apuramento ao Girabola2012, os "alvi-negros” carimbaram o regresso à elite do futebol nacional, tendo agora a oportunidade de voltar a mostrar o seu potencial na primeira divisão, na qual estiveram ausentes há sensivelmente 15 anos.

Um golo de Desfaa, aos 20 minutos da primeira parte, e outro de Beibe, à passagem do minuto 48, não foram suficientes para a Escola Norberto de Castro acabar com as esperanças do Nacional de Benguela, que viu confirmada a subida à primeira divisão, depois de uma onda de incerteza criada pelos casos de “secretaria” em que esteve envolvido.

A equipa visitante, que precisava de vencer o Nacional de Benguela, por uma diferença de 3 a 0, para garantir o apuramento ao Girabola2012, apostou cedo em contra-ataques rápidos para a área adversária, onde Desfaa, Toi, Beibe e Paiso tentavam o golo com sucessivos lances de perigo.

A Escola Norberto de Castro dominou o encontro durante a primeira parte, criando muitas oportunidades de golo, mas a defesa do Nacional aguentou a pressão e anulava as jogadas contra a baliza defendida por Dieto.

A partida foi ao intervalo com a vantagem de um golo a favor da formação do Complexo Desporto e Escolar Norberto de Castro (CDENC), porém, a etapa complementar foi mais equilibrada, com as duas equipas a procurar o tento.

O atacante Beibe ia a dominar a bola e tentou entrar na pequena área, mas foi derrubado e o árbitro Venâncio Daniel assinalou uma grande penalidade contra os anfitriões. Na cobrança, o jogador ampliou o placard aos 48 minutos.

Mendinho, uma das apostas do técnico Jorge Pinto Leite, saltou do banco de suplentes aos 52 minutos e deu outro alento ao contra-ataque do Nacional de Benguela, ao finalizar muitos lances com perigo, mas do outro lado estava um guarda-redes que defendia tudo.

O avançado Nandinho do conjunto visitante foi expulso no período de compensação do jogo, após ter ofendido um árbitro auxiliar.

O jogo terminou e os jogadores do Nacional festejaram, com grande euforia, no relvado do Estádio Atlético de São Filipe, a tão ansiada subida para a 1ª divisão, apesar das dúvidas que surgiram sobre a interpretação do critério de apuramento.

Leia também