Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

15 Fevereiro de 2012 | 11h02 - Actualizado em 15 Fevereiro de 2012 | 11h03

FC Porto vence Maxaquene na Supertaça Compal

Basquetebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar


Benguela - A equipa de basquetebol do FC Porto estreou-se com vitória na terceira edição da Supertaça Compal em sénior masculinos, ao ganhar, esta terça-feira, em Benguela, o Maxaquene de Moçambique, por 74-56, depois de uma igualdade a 32 pontos ao intervalo.
 

Sem velocidade, os campeões portugueses impuseram o seu basquetebol e terminaram o primeiro quarto a vencer por 18-10, mas no período seguinte a história inverteu-se e os moçambicanos conseguiram ganhar por 22-14, fixando o resultado ao intervalo em 32 igual.
 

O terceiro período começou a ser disputado de forma equilibrada, mas o campeão português, mesmo a meio gás, conseguiu alcançar uma diferença de 16 pontos (58-42) beneficiando da inspiração de Robert Johnson, melhor jogador do FC do Porto.
 

O último quarto serviu para a formação portuguesa ampliar a vantagem para 18 pontos, terminando o encontro em 74-56.


Com arbitragem de Fernando Pacheco, Luís Lopes e Soares Silva, as equipas marcaram da seguinte forma:
 

FC Porto: Diogo João (11), João Soares (12), Miguel Miranda (09), André Boavida (00), David Gomes (04), Robert Johnson (16), Miguel Cardoso (04), Rui Lopes (00), José Cásio (00), Reginaldo Jackson (10), Carlos Andrade (00), João Santos (08).
 

Técnico: Moncho Lopes
 

Maxaquene: Fernando Mandlate (08), Manuel Vamusse (00), Samora Mukavela (13), Silvio Letela (06), Celso Manave (00), Pedro Morana (05), Ivan Costa (00), Custódio Muchate (07), Abel Assane (09), Sérgio Macuacua (00), Armando Baptista (00), Michael Bonaparte (08).
 

Técnico: Inak Garcia.
 

Leia também