Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

19 Março de 2012 | 12h06 - Actualizado em 19 Março de 2012 | 12h06

Agostinho Tramagal abandona Académica do Soyo

Futebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O técnico Agostinho Tramagal abandonou o comando da equipa principal de futebol da Académica do Soyo do Kwanda, por alegadas dificuldades de trabalho no campeonato nacional da I divisão, Girabola2012, noticiou hoje (segunda-feira) a Rádio 5.

De acordo com a emissora, depois da decisão do treinador os jogadores também entraram em greve devido ao incumprimento no pagamento de salários e contratos.

Recentemente, Agostinho Tramagal já havia manifestado esta preocupação, face à situação dos atletas que trabalham sem qualquer remuneração.

A direcção do Clube havia anunciado uma provável renúncia da participação no presente campeonato antes do seu arranque a 3 deste mês.

No campeonato nacional de futebol da I divisão, a Académica do Soyo ocupa o último posto sem pontuar, assim como o Sporting de Cabinda, que também enfrenta os mesmos problemas financeiros.

Esta é o primeiro caso do género na presente temporada futebolística que disputou apenas três jornadas das 30 jornadas programadas.

Na época transacta ocorreram 13 "chicotadas psicológicas" com os técnicos Victor Manuel (Recreativo da Caála do Huambo), João Machado (FC Cabinda), Luís Magalhães (Interclube), Amaro Ferreira (Benfica de Luanda), Ljubinko Drulovic (1º de Agosto), Paulino Júnior (1º de Maio de Benguela), Drasko Stoijlkovic (Progresso do Sambizanga), David Dias (Santos FC), Daniel Quinhentos Dani, Albano César, Silvestre Pelé e José Rocha (Académica do Lobito) e Augusto Portela (FC Bravos do Maquis).