Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

16 Abril de 2012 | 20h56 - Actualizado em 17 Abril de 2012 | 12h08

Yano faz "hat-trick" e garante vitória sobre Santos

Futebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Equipa do Progresso do Sambizanga

Foto: Angop

Luanda - Com três golos do avançado Yano, o Progresso do Sambizanga venceu hoje, no estádio da Cidadela, o Santos FC por 3-0, em partida de acerto da sétima jornada do Campeonato Nacional de futebol (Girabola).

Com esta vitória, os “sambilas” ascendem para 11ª posição com nove pontos, ao passo que os “santistas” permanecem na quinta com 11 pontos.

O Progresso do Sambizanga, apesar de entrar melhor na partida, começou o jogo a perder fruto do golo sofrido aos 17 minutos. Locó aproveitou uma desatenção da defensiva contrária e inaugurou o marcador.

Três minutos depois, o Santos ampliou por Didi, mas o golo foi anulado por alegado fora do jogo.

A acção do árbitro provocou protestos por parte da equipa técnica “santista” e adeptos. Na resposta, o conjunto do Sambizanga chegou ao empate. Yano, à ponta de lança, igualou o placard.

Seguiu-se uma “luta” renhida no meio campo, com as duas equipas a optaram pelas alas, mas sem grandes lances de perigo para os guarda-redes. Com Mendonça em sub-rendimento, o Santos foi perdendo terreno para o adversário que detinha a posse de bola, mas não demonstrava eficácia na finalização. 1-1 foi o resultado ao intervalo.

Na segunda parte, os “Sambilas” passaram à frente do marcador com bis de Yano. O avançado aproveitou uma falha de marcação e, depois de receber um passe de Jairzinho, bateu o guarda-redes Gerson pela segunda vez aos 48 minutos.

Dois minutos depois, o mesmo o jogador completou o hack trick com um cabeceamento, dando sequência a um cruzamento de Luís na esquerda. O Santos foi atrás do resultado e o melhor que conseguiu nos nove minutos seguintes foi uma penalidade desperdiçada por Rainho. O remate do número 9 “santista” foi defendido por Vozinha.

Ao contrário do Progresso, que demonstrava alguma passividade, a vencer por 3-1, o Santos continuou atrás do golo e várias vezes teve oportunidade de reduzir, mas Devigor, aos 71 minutos, Didi, aos 73, falharam oportunidades flagrantes.

A formação do Sambizanga realizava alguns ataques esporádicos, mas sem fulgor. Quando pensava que os três pontos estavam garantidos, jogando para o espectáculo, o Santos reduziu para 3-2 com golo de Didi no segundo minuto de compensação.

Os últimos minutos de compensação foram de “sofrimento” para o Progresso, que conseguiu conservar a vitória até ao apito final.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 01/02/2015 02:24:41

    Basquetebol: Norberto Alves Justifica derrotas da equipa

    Luanda - O técnico do Recreativo do Libolo, Norberto Alves, justificou sábado o cansaço da sua equipa como causa das derrotas na dupla jornada da segunda volta do campeonato nacional seniores masculino de basquetebol (BIC Basquet).

  • 01/02/2015 01:38:22

    Basquetebol: Equipa está a melhorar a performance - Walter Costa

    Luanda - O técnico adjunto da equipa seniores masculina de basquetebol do 1º de Agosto, Walter Costa, afirmou sábado, em Luanda, que seu grêmio está a melhorar a performance e a cumprir com os pressupostos da equipa técnica.

  • 31/01/2015 23:55:59

    Basquetebol: 1º de Agosto derrota libolo e reforça liderança BIC Basquet

    Luanda - A formação de basquetebol do 1º de Agosto derrotou está noite de sábado a similar do Recreativo do Libolo, por 75-54, em partida da quarta jornada do campeonato nacional seniores masculinos da modalidade (BIC basquet).

  • 30/01/2015 17:14:15

    Taça Sayovo com internacionalização adiada

    Luanda - A internacionalização da Taça Sayovo, instituída pelo Ministério da Juventude e Desportos em 2005, deve ser bem equacionada por requerer outro tipo de infra-estrutura, organização e meios financeiros, afirmou nesta sexta-feira, em Luanda, o secretário-geral do Comité Paralímpico Angolano (CPA), António da Luz.