Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

15 Junho de 2012 | 20h45 - Actualizado em 15 Junho de 2012 | 20h44

Petro de Luanda destrona 1 de Agosto

Andebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Jogo renhido entre as duas principais equipas do continente

Foto: Andebol

Benguela – O Petro de Luanda conquistou hoje o título do campeonato nacional sénior feminino de andebol, ao vencer na final a melhor de três partidas o 1 de Agosto por 27-21, no segundo desafio dos playoffs.

Ao intervalo, as petrolíferas encontravam-se já em vantagem sobre as ate então campeãs (militares), por 13-11. Tal como no primeiro jogo, o 1 de Agosto começou melhor, através do golo inaugural de Nair Almeida. A supremacia rubro-negra durou nove minutos, já que Vivaldo Eduardo, técnico das tricolores, pediu desconto de tempo e a seguir o Petro chegou ao empate, por Marcelina Kiala (3-3).

O 1 de Agosto ainda teve minuto de graça, quando Azenaide Carlos colocou pela ultima vez a frente do marcador a equipa (4-3). Depois disso, o Petro dominou, na fase ascendente de Patrícia, Luisa Kiala, Natalia e Belezura. Com 6-4, o treinador militar, Paulo Pereira pediu tempo para rectificar o que esteve mal, mas a equipa nunca mais se reencontrou ate ao intervalo (13-11).

Na segunda parte, a única vez que as campeãs nacionais conseguiram reduzir por menos um golo (14-15) ao terceiro minuto. Porem, as petrolíferas voltaram a fugir para diferença de dois golos. Na sequencia, Luisa e Marcelina Kiala assumiram o desafio, bem assessoradas pela pivot Patrícia, que fez esquecer Bombo Kalandula, habitual “dona” da posição,  mas que foi uma das ausentes.

O Petro de Luanda recupera assim o titulo perdido em 2011 para o 1 de Agosto, ao fazer 2-0 na final dos playoffs a melhor. Marcelina (sete), Patrícia, Luisa (cinco golos), Natalia (quatro) e Belezura (três) foram as destacáveis das tricolores, alem da guarda-redes Maria Pedro.  Azenaide Carlos (quatro), Elzira Barros (três) e Nair (5) tentaram forçar o terceiro jogo para as militares.