Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

26 Fevereiro de 2013 | 13h30 - Actualizado em 26 Fevereiro de 2013 | 15h03

Estádio de Calulo na senda do "tri" com Libolo

Girabola2013

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Sumbe – O estádio municipal de Calulo, localizado no bairro do Cassequel desta vila do Kwanza Sul volta a ser o reduto do Recreativo do Libolo, depois de nos últimos dois anos ter ajudado esta formação a conquistar dois títulos nacionais. 

A infra-estrutura começou a ser construída em 1975, mas no mesmo ano os trabalhos foram interrompidos, na sequência da proclamação da independência nacional, retomando em 2007 e concluído um ano depois.

Foi utilizado pelo Recreativo do Libolo na sua campanha para ascensão à primeira divisão nacional.

Com relva natural, o Estádio de Calulo conta com duas bancadas, com cinco sectores independentes. Tem capacidade para cinco mil espectadores, três dos quais com assentos, uma sala VIP, três camarotes, uma sala de imprensa.

O recinto, pertença do Recreativo do Libolo, conta ainda com dois balneários para a equipa local e um para equipa visitante, dois balneários para a arbitragem, duas salas de fisioterapia, uma sala de conferência de imprensa, uma sala de recreação e lazer, um dormitório com 28 camas, cinco gabinete de trabalho, quatro armazéns, uma lavandaria, duas rouparias, uma oficina e uma cabine de som.

O campo relvado, com dois sistemas de rega funcional, com água da rede, tem 105 metros de comprimento e 68 de largura.

A infra-estrutura tem 11 portas, cinco saídas de emergências, um placar electrónico, cinco pára-raios e um parque de estacionamento para cerca de 200 viaturas e mais 10 no interior do estádio para oficiais de jogo e para as equipas.

O estádio possui condições para albergar partidas nacionais e internacionais. Em três ocasiões, o estádio albergou os jogos do Libolo contra o SOA da Cote D'Ivoire, Hentent Sentif da Argélia, o APR do Ruanda, Sunshine da Nigéria e o Orlando Pirates da África do Sul, para além do Corinthians do Brasil na altura da sua inauguração em 2008.

Para a presente temporada, o estádio de Calulo vai albergar jogos do Girabola, Taça de Angola e Afrotaças, além das provas juvenis, juniores.

O Estádio de Calulo recebe quarta-feira o jogo da primeira jornada do Girabola2013 entre o Recreativo do Libolo e Interclube.