Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

02 Março de 2013 | 17h25 - Actualizado em 02 Março de 2013 | 17h25

Obras no Mundunduleno "transferem" Maquis para Saurimo

Girbaola2013

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luena – Os trabalhos de restituição da relva em curso no estádio Mundunduleno do Luena, palco oficial do FC Bravos do Maquis, tornam inactivo o recinto até, pelo menos, à oitava jornada do campeonato nacional de futebol da primeira divisão.

Em face disso, o estádio das Mangueiras, em Saurimo (Lunda Sul) será a “casa” da formação maquisarde nas primeiras jornadas da prova aberta terça-feira.

Desde a sua inauguração, há sete anos, a única infra-estrutura desportiva existente na província em condições de acolher eventos do género nunca tinha beneficiado de obras de remodelação idêntica.

As obras decorrem num momento em que, para além da relva estar viciada, as paredes de vedação, erguidas à base de alvenaria, apresentam fissuras e desgaste da pintura.

Os trabalhos incluem a melhoramento dos balneários, a construção de outras vias de acesso das equipas e árbitros, aumento de saída de emergência, a manutenção dos assentos e redes de vedação do recinto.

Localizado no bairro Mandembwe, a cerca de dois quilómetros, norte da cidade do Luena, numa área circundada por eucaliptos, o estádio Jones Cufuna Mundunduleno tem quatro mil e 200 lugares.

Inaugurado em Novembro de 2005, num investimento da direcção-geral da Caixa de Segurança Social das Forças Armadas Angolanas, principal "sponsor" do FC Bravos do Maquis, o estádio foi baptizado com o nome que homenageia um antigo guerrilheiro e comandante do MPLA tombado na então III região Militar.

Mundunduleno é um estádio de referência na região leste do país, superado pelo Sagrada Esperança da Lunda Norte (oito mil lugares), pela sua imponência e estrutura arquitectónica, e agora, o das Mangueiras, com a diferença acentuada a recair na relva (sintética) e a capacidade (15 mil lugares).

Antes da sua inauguração, a equipa do leste foi obrigada a jogar por muito tempo na cidade do Huambo, pelo facto de a Federação Angolana de Futebol (FAF) ter proibido jogos da primeira divisão em campos não relvados.

Na próxima quarta-feira, o FC Bravos do Maquis recebe o Progresso do Sambizanga, na condição de visitado, no estádio das Mangueiras.

O Sagrada Esperança da Lunda Norte utilizou o estádio Mundunduleno, em 2011, numa altura em que o seu recinto se encontrava em obras.

Entre grandes eventos, o estádio do FC Bravos do Maquis acolheu os V Jogos Desportivos Militares, o Campeonato Nacional de Futebol Feminino e uma partida amigável entre os Palancas Negras e um misto local, aquando da preparação para o CAN2010, que o país organizou.

Assuntos Província » Moxico  

Leia também
  • 24/08/2018 06:22:37

    Girabola2018: Maquis vence no adeus em casa

    Luena - Com golo solitário de Gazeta, aos 77 minutos, o FC Bravos do Maquis despediu-se quinta-feira, no Luena, dos seus adeptos, no estádio Mundunduleno, vencendo o Kabuscorp do Palanca, em jogo da 29ª jornada do GirabolaZap2018.

  • 24/08/2018 06:06:00

    Girabola2018: Kostadin Papic culpa defesa

    Luena - O técnico do Kabuscorp do Palanca, Kostadin Papic, afirmou quinta-feira, no estádio Mundunduleno, no Luena, que falhas defensivas ditaram a derrota da sua equipa, por 0-1, diante do FC Bravos do Maquis.

  • 24/08/2018 05:54:52

    Girabola2018: "Cumprimos com objectivo" - Ivo Campos

    Luena - O técnico - adjunto do FC Bravos do Maquis, Ivo Campos, afirmou quinta-feira, no Luena, que os seus jogadores e equipa técnica cumpriram com o objectivo traçado pelo clube, ao vencer o Kabuscorp do Palanca, por 1-0.

  • 23/08/2018 18:12:25

    Girabola2018: FC Bravos do Maquis - Kabuscorp (Ficha técnica)

    Luena - O FC Bravos do Maquis venceu hoje, quinta-feira, no Luena, o Kabuscorp do Palanca, por 1-0, no jogo da 29ª jornada do Campeonato Nacional de futebol da primeira divisão (GirabolaZap 2018).