Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

16 Abril de 2013 | 22h28 - Actualizado em 16 Abril de 2013 | 22h28

Petro de Luanda a um passo da conquista Taça de Angola

Basquetebol

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda - O Petro de Luanda encontra-se a um passo de conquistar a trigésima quinta edição da Taça Angola, em basquetebol sénior masculino, a mercê da vitoria hoje (sexta-feira) frente ao Recreativo do Libolo, por 118-107, em jogo da primeira mão, disputado no pavilhão Dream Space.

A partida teve como melhor marcador o extremo base Carlos Morais do Petro de Luanda, com 42 pontos, seguido do também extremo do Libolo Olímpio Cipriano, com 24. Os petrolíferos venceram quase todos os quartos, com excepção do terceiro, que perdeu com os parciais de 30-26.

Os donos da casa, que entraram com maior atitude nos cinco primeiros minutos do quarto inicial, chegaram a ter uma ligeira vantagem, mas os visitantes conseguiram inverter o quadro e venceram o período por 25-24.

Na segunda etapa da contenda, as formações entraram muito cautelosas e o equilíbrio foi predominante até ao final do quarto, em que a diferença pontual foi de três pontos a favor da agremiação da baixa de Luanda (52-49), resultado do intervalo.

O equilíbrio dominou os outros quartos, com alternância na placar entre as equipas. No final, os tricolores impuseram-se com alguma contenção de bola e jogadas individualistas a que deram a vantagem e estão a um passo de conquistar o troféu.

O desafio da segunda mão será realizado sexta-feira, no Pavilhão anexo a Cidadela Desportiva.

Com arbitragem de Francisco Pacheco, David Manuel e Clésio Francisco, as equipas marcaram da seguinte forma:

Libolo – Francisco de Sousa (00), Olímpio Cipriano (22), Luís Costa(07), Edson Ndoniema (07), Roberto Forte (06), Mayzer Alexandre (11), Vladimir Geronimo (14), Abdel Moussa (00), Sydnei Lima (17), Mutu Fonseca (02), Domingos Bonifácio (05) e Tommie Eddie (19).

Técnico: Luís Magalhães.

Petro de Luanda Pedro Bastos (04), Braúlio Morais (00), Carlos Morais (42), Edson Hilukiwa (00), Keith Cothran (18), Paulo Santana (14), Miguel Kiala (07), Eric Norman (00), Leonel Paulo (20), Parfait Bitee (09), Hermenegildo Mbunga (00) e Abdel Gomes (00).     

Técnico: Lazare Adingono.