Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

30 Julho de 2013 | 17h53 - Actualizado em 30 Julho de 2013 | 17h53

Formosinho demitido do comando técnico da Caála

Girabola2013

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Huambo – O treinador português Ricardo Formosinho foi demitido segunda-feira do comando técnico do Recreativo da Caála, por maus resultados. Esta é a sétima "chicotada psicológica" no Girabola 2013.

De 56 anos de idade, assumiu a Caála no início da temporada, com obrigação de lutar pelo título, mas acabou por ser demitido após sete jogos consecutivos sem vencer.

A direcção do clube demitiu também Francisco Agatão, adjunto de Ricardo Formosinho, e promoveu Vaz Pinto, preparador físico, para coordenar a equipa técnica até a contratação de um novo treinador.

Formosinho deixa os vice-campeões de 2010 na nona posição com 22 pontos em 18 jogos disputados, classificação que não agrada os intentos do clube, de acordo com o presidente de direcção, Horácio Mosquito.

No currículo, o técnico de Setúbal conta com passagens pelo Becamex Binh Duong, Long Na (ambos do Vietname), Al Khaleej da Arábia Saudita e as formações portuguesas do Chaves, Santa Clara, Seixal, Sporting de Espinho, Imortal, Penafiel, União Montemor, Camacha, Amora, Louletano e Olhanense. Integrou ainda a equipa de observação de José Mourinho no Real Madrid.

Antes de Ricardo Formosinho, registaram-se as demissões dos angolanos Miler Gomes (Petro de Luanda), Romeu Filemon (1º de Agosto), Ricardo Almeida (ASA), Eddy Cardoso (1º de Maio) e Abílio Amaral (Benfica de Luanda), além do português Henrique Calisto (Recreativo do Libolo).

Assuntos Província » Huambo  

Leia também