Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

06 Novembro de 2014 | 03h51 - Actualizado em 07 Novembro de 2014 | 13h00

Futebol: Novo treinador do Caála promete formar uma equipa forte e competitiva

Caála- O novo treinador do Recreativo da Caála, Bernardino Pedroto, prometeu na quarta-feira formar uma equipa forte e capaz de competir de igual para igual com os demais adversários nas provas em que estiver inserido, além de "lutar" para a conquista do Girabola.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

HUAMBO: BERNARDINO PEDROTO - NOVO TREINADOR DO RECREATIVO DA CAÁLA

Foto: edilson domingos

Em declarações à imprensa, momentos após de ter sido apresentado oficialmente ao plantel, sócios, jornalistas e adeptos, Bernardino Pedroto garantiu tudo fazer para tornar o Caála num clube competitivo em todos os aspectos, de modo a aspirar o título de campeão nacional.

“Não podemos pensar, exclusivamente, que temos que trabalhar para sermos campões nacionais, porquanto a única certeza que tenho é que vou me dedicar ao máximo para o bem do clube, da população da Caála e da região do planalto central”, disse o técnico, para quem o objectivo com que veio passa em formar uma equipa compacta para o futuro e não imediata.

 Segundo o treinador, a sua vinda ao Recreativo da Caála tem a ver com um projecto apresentado pela direcção que não passam apenas pelo sector desportivo, mas também no social, sendo que, actualmente é muito importante unir os aspectos desportivos do social.

O português Bernardino Pedroto, treinador que mais títulos conquistou em Angola, num total de cinco, vai orientar o Recreativo da Caála da província do Huambo nas próximas três épocas, coadjuvado pelo angolano João Arsénio (Túbias) e o português Pedro Jorge (Pejó), que entre 2009 e 2013 fizeram parte das equipas técnicas do Interclube, a última agremiação desportiva treinada por Bernardino Pedroto no país.

Bernardino Pedroto, de 61 anos, chegou a Angola em 2000, para orientar o ASA, com o qual se sagrou campeão em 2002, 2003 e 2004. Seguiu-se a missão no Petro de Luanda, onde amealhou dois títulos (2008 e 2009). Além disso, conquistou quatro supertaças com os "aviadores" e uma Taça de Angola com os "petrolíferos".

Com a contratação de Pedroto, eleva-se para seis o número de técnicos portugueses a orientar o Recreativo da Caála, que ascendeu à I divisão em 2009. Os anteriores foram Jorge Paixão (2009), Ruí Gregório (2010), Vitor Manuel (2011), Luís Aires (2012), Ricardo Formosinho (2013) e Vaz Pinto (2014).

João Patrick Kódia, David Dias e o malogrado Mabi de Almeida são os angolanos que também treinaram o Caála, curiosamente na mesma época, 2010, cada um sucedendo o outro, mas nenhum deles chegou ao fim da temporada.

O Recreativo da Caála, até então orientado por Fernando Pereira, terminou o campeonato nacional da primeira divisão (Girabola) na 8ª posição, com 40 pontos, numa prova ganha pelo Recreativo do Libolo com 69 pontos. Enquanto as formações do 1º de Maio de Benguela (28 pontos), Benfica do Lubango (22) e União do Uíge, foram relegadas para o segundo escalão (vulgo 2ª divisão).

Assuntos Província » Huambo  

Leia também