Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Desporto

06 Novembro de 2014 | 03h55 - Actualizado em 06 Novembro de 2014 | 03h55

Girabola: Fernando Pereira despede-se com vitória no comando do Caála

Huambo - O treinador Fernando Pereira despediu-se com vitória no comando do Recreativo da Caála, ao vencer esta noite, no estádio da cidade da Caála, o Desportivo da Huíla, por 3-2, no fecho da presente edição do Girabola, prova conquistada pelo Recreativo do Libolo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

HUAMBO: TREINADOR CESSANTE DO RECREATIVO DA CAÁLA, Fernando pereira

Foto: edilson domingos

Falando à imprensa, o mesmo mostrou-se feliz pelo resultado, que permitiu ao conjunto atingir 40 pontos, o que não acontecia desde 2011, além de ter sido o terceiro triunfo consecutivo.

Considerou merecida a vitória, pois, segundo ele, o Recreativo da Caála dominou o encontro e criou as melhores oportunidades de golo.

Muito contestado pelos adeptos desde que assumiu o cargo, na 12ª jornada, Fernando Pereira, ex-guarda-redes da selecção nacional, disse que deixa o clube com espírito de missão cumprida.

Na próxima epóca o único representante da província do Huambo no Girabola será orientado pelo português Bernardino Pedroto, apresentado na quarta-feira aos adeptos presentes no estádio. Terá como adjuntos o ex-internacional angolano João Arsénio (Túbias) e o português Pedro Jorge (Pejó), que entre 2009 e 2013 fizeram parte das equipas técnicas do Interclube, a última agremiação desportiva treinada por Bernardino Pedroto em Angola.

Com a vinda de Pedroto, eleva-se para seis o número de técnicos portugueses a orientar o Recreativo da Caála, que ascendeu à I divisão em 2009. Os anteriores foram Jorge Paixão (2009), Ruí Gregório (2010), Vitor Manuel (2011), Luís Aires (2012), Ricardo Formosinho (2013) e Vaz Pinto (2014).

João Patrick Kódia, David Dias e o malogrado Mabi de Almeida são os angolanos que também treinaram o Caála, curiosamente na mesma época, 2010, cada um sucedendo o outro, mas nenhum deles chegou ao fim da temporada.

Desde que ascendeu ao Girabola, o Recreativo da Caála teve como melhor feito o 2.º lugar alcançado em 2010, com o mesmo número de pontos que o campeão daquela época (Interclube), além de ter sido finalista vencido da Taça de Angola em 2012.

Terminou o presente Girabola, designação do campeonato nacional de futebol da I divisão, no 8º lugar com 40 pontos somados, contra 69 do campeão (Recreativo do Libolo).

Assuntos Província » Huambo  

Leia também